BIG cria ‘museu invisível’ na Dinamarca

O escritório de Bjarke Ingels criou novos espaços no já existente Tirpitz Museum, construído em um bunker da Segunda Guerra Mundial

(Mike Bink/Dezeen)

A transformação de construções já existentes em espaços completamente diferentes é uma das principais qualidades da arquitetura. O novo projeto do BIG é prova disso.

(Mike Bink/Dezeen)

O escritório do arquiteto dinamarquês Bjarke Ingels inaugurou, no começo do mês, a extensão que assina no museu Tirpitz Museum, construído no Tirpitz Bunker, um bunker erguido pelos alemães em Blåvand, Dinamarca, durante a Segunda Guerra Mundial.

(Mike Bink/Dezeen)

Conhecido como ‘museu invisível’, o projeto criou quatro passagens que se encontram no centro e ‘cortam’ o chão, dando origem a quatro novos espaços de exibição.

(Mike Bink/Dezeen)

No interior, os 2800 metros quadrados são integrados por meio de paredes de vidro de seis metros de altura que permitem a entrada da luz natural.

(Mike Bink/Dezeen)

“A arquitetura do Tirpitz é a antítese do bunker da Segunda Guerra Mundial. O objeto hermético pesado tem a leveza convidativa e abertura do novo museu como seu oposto. O bunker continua a ser o único marco de uma herança obscura não tão distante que, após uma inspeção minuciosa, marca a entrada para um novo local de reunião cultural”, Bjarke contou, de acordo com a publicação do Dezeen.

(Mike Bink/Dezeen)

Conceito do estúdio dinamarquês Tinker Imagineers, os quatro novos espaços de exibição são temáticos e buscam refletir não somente a história lugar, como também a sua paisagem natural.

(Mike Bink/Dezeen)

Construído em 1944, bunker nunca foi terminado, já que a Guerra acabou no ano seguinte. Depois disso, o bloco de concreto foi transformado em museu.

(Mike Bink/Dezeen)

A intervenção no Tirpitz Museum começou em 2014 – espera-se que o museu atraia por volta de 100 mil visitantes por ano.

(Mike Bink/Dezeen)

Confira mais imagens abaixo:

(Mike Bink/Dezeen)

(Mike Bink/Dezeen)

(Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s