Casa pré-fabricada visa resolver crise habitacional

O modelo está sendo projetado pelo coletivo de design Kodasema e poderá ocupar espaços vazios do Reino Unido

Em uma tentativa de resolver a crise de habitação no Reino Unido, o coletivo de design da Estônia Kodasema projetou uma pequena casa pré-fabricada de 25 metros quadrados que leva menos de um dia para ser levantada e pode ser alocada em lugares remotos e vazios.

(Reprodução/Dezeen)

A casa Koda, como é chamada, custa 150 mil libras. Neste valor, estão inclusos os custos das documentações de planejamento e construção, da entrega, da preparação do local, da instalação da própria casa e de redes de água, eletricidade e esgoto.

A estrutura, que não precisa de fundamentos e pode ser transportada na parte traseira de um caminhão, visa movimentar o mercado imobiliário do Reino Unido, incentivando a cultura de auto-construção e o melhor uso de terrenos vazios.

(Reprodução/Dezeen)

Os profissionais do Kodasema veem o design acessível e pré-fabricado como uma solução temporária para o problema de habitação, em que as casas poderiam ser instaladas em terrenos vazios em Londres. Eles sugerem que  elas também podem ser usadas como casas de verão de baixo custo ou como um café, escritório, oficina, estúdio ou sala de aula.

“O design simples e eficaz poderia ajudar a aliviar as pressões da crise da habitação sobre autoridades locais, fornecendo casas temporárias ou espaços de trabalho em locais vazios”, disse John O’Brien, do Kodasema, para o Dezeen. “Esta tendência de uso a curto prazo de terras abandonadas, que pode ser deixada intacta durante anos, mesmo durante as etapas de planejamento, está se tornando mais comum, especialmente em Londres”, acrescentou.

(Reprodução/Dezeen)

A Koda proporcionaria uma opção econômica para hospedar aqueles que esperam por acomodações acessíveis além de oferecer apartamentos de aluguel temporários para jovens profissionais, estudantes e aqueles que procuram reduzir o tamanho de suas moradias. A casa pré-fabricada foi revelada no ano passado e está agora em fase de testes. Um modelo pronto do projeto será lançado em 2018.

A casa Koda possui painéis solares no telhado que geram energia e, dentro, conta com controles domésticos inteligentes, incluindo alarmes, iluminação LED ajustável e controle climático. As paredes são feitas de um tipo de concreto isolado a vácuo que ajuda a manter o espaço quente ou frio, dependendo da estação, além de manter uma boa acústica.

(Reprodução/Dezeen)

Seu interior conta com sala e cozinha abertos e um quarto no mezanino, além de um banheiro na parte de trás. Um terraço de 3,5 metros de largura integrado à fachada da casa garante que sempre haja pelo menos uma pequena faixa de espaço ao ar livre.

(Reprodução/Dezeen)

(Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s