Paulo Mendes da Rocha assina projeto de museu em Lisboa

A museografia do arquiteto capixaba foi pensada para proteger 70 carruagens e adicionar funcionalidades multimídia

(Reprodução/Museu Nacional dos Coches/Facebook)

É no Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, que a maior coleção de carruagens do mundo se encontra. Fechado por pouco menos de um mês para ser reorganizado, o local foi reaberto no final de maio com museografia assinada por Paulo Mendes da Rocha.

Os 70 veículos ali expostos datam dos séculos 17 ao 19. Assim, a preservação foi uma grande preocupação no projeto. O piso, de concreto, recebeu plataformas brancas que isolam as carruagens e integram informações e tecnologia interativa em quatro línguas (português, inglês, espanhol e francês).

A diretora do museu, Silvana Bessone, entre os arquitetos Paulo Mendes da Rocha (à direita) e Nuno Sampaio (à esquerda). (Reprodução/Museu Nacional dos Coches/Facebook)

“Este museu oferece uma nova configuração do espaço urbano em Belém, o que é um grande valor do ponto de vista turístico e de memória histórica”, o arquiteto brasileiro explicou conforme publicado pelo jornal lusitano Diário de Notícias. “O objetivo era criar um ambiente mágico que dê essa ideia de dinamismo, de movimento. Usamos muitas projeções de filme”, completou.

(Reprodução/Museu Nacional dos Coches/Facebook)

Composta por dois edifícios com quatro andares cada, a nova área do museu conta com três salas de exposição – duas para mostras permanentes e uma para mostras temporárias –, auditório e serviço educativo. Ali também se encontram um laboratório, escritórios e áreas técnicas e administrativas.

O projeto, que ocupa mais de 15 mil metros quadrados das antigas Oficinas Gerais do Exército, foi realizado em parceria com o escritório brasileiro MMBB Arquitetos e os portugueses Bak Gordon Arquitetos e Nuno Sampaio Arquitetos. O investimento total foi de 39 milhões de euros.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s