5 dicas para acabar com a bagunça visual em ambientes pequenos

Com as atitudes certas, você irá se livrar de um dos problemas mais incômodos dentro de casa: a poluição visual

(Reprodução/Architectural Digest)

Manter a organização em dia não é uma tarefa fácil. E quando os cômodos são pequenos, até parece que eles abrem portas para todo o tipo de bagunça em casa. Mas não se preocupe, com as atitudes certas, você conseguirá se livrar da bagunça visual que agride seus olhos (e os das visitas). Confira quais são elas:

1. Disfarce os cabos expostos

Com cada vez mais eletrônicos dentro de casa, é inevitável fugir de cabos e fios. Eles sempre estão presentes, mas isso não significa que precisam estar visíveis. A forma mais fácil de ocultá-los é comprar capas de cabos e pintá-las da mesma cor que a parede.

LEIA TAMBÉM: Como esconder os fios e cabos em casa

2. Enxergue o piso

Independente do tipo de piso que você tem, é uma ótima ideia deixar boa parte dele à mostra. Dessa forma, você evita utilizar peças de mobiliário desnecessárias para o cômodo e ganha mais espaço visual. Mas, caso se livrar de alguns móveis não seja uma opção, considere substituí-los por mesas e prateleiras flutuantes, por exemplo.

(Reprodução/Architectural Digest)

3. Simplifique a paleta de cores

A poluição visual é uma das mais incômodas dentro de casa. Por isso, tenha cuidado ao criar ambientes coloridos demais para não errar na mão. A dica é dar prioridade a uma paleta de cores simples e leve para evitar contrastes e surpresas desagradáveis.

LEIA MAIS: 5 cores para apostar em um quarto romântico

4. Deixe os móveis respirarem

Sim, eles também precisam de espaço. Peças amontoadas em um espaço pequeno funcionam como um convite para a desordem, além de deixar o ambiente um tanto quanto claustrofóbico. Quanto mais espaço existir entre os móveis, mais confortável você se sentirá.

5. Dê uma chance para a assimetria

Em um quarto pequeno você talvez não consiga colocar uma mesa de cabeceira em cada lado da cama, e isso definitivamente não é um problema. Trabalhar com simetria nem sempre é a forma mais eficiente de aproveitar os espaços úteis. Muitas vezes, um layout assimétrico proporciona áreas mais aproveitáveis e inteligentes.

Fonte: Architectural Digest

(Divulgação/Revista CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s