Apartamento colorido em Milão era um antigo depósito de vidros

Confortável, colorida e natural. A casa de Ida Corti, filha da designer italiana Lisa Corti, é a melhor expressão do trabalho da família.

00-casa-milão-cores-na-decoração-confortável-colorida-moda-design

São apenas dez degraus. Um breve lance de escadas de concreto bruto nos leva ao primeiro andar de um edifício industrial dos anos 1920. Quando a porta de madeira escura se abre, é possível perceber imediatamente a luz suave da primavera milanesa. Um enorme salão, que ocupa quase a metade dos 300 m² do antigo depósito de recipientes de vidro, se materializa em um ambiente confortável, com ares mediterrâneos. A luminosidade que invade a sala é favorecida pelas imensas aberturas de vidro e pelo piso de madeira pintado de branco. As paredes e os tecidos listrados e florais que revestem poltronas e sofás produzem um efeito de tranquilidade. Mais que uma casa na cidade, o “refúgio metropolitano”, como define a proprietária, é tão convidativo que se tem a sensação de estar longe da correria do dia a dia.

O charme do apartamento é obra da empresária Ida Corti, filha e sócia da designer têxtil Lisa Corti. “Assim que entrei aqui, fiquei apaixonada e fui imaginando como ficaria”, diz Ida, que admite ter enxergado logo as possibilidades de um imóvel nada convencional como este. “Nem mesmo meu marido acreditou que ficaria bom. Mas, além das condições convidativas para comprá-lo, levamos em conta a localização perfeita: o bairro de Brera!” Estar em Brera, nas palavras de Ida, significa viver em um dos locais mais efervescentes da cidade. Fincado no pátio interno do antigo conjunto de edifícios industriais, o ex-armazém foi repaginado por Ida e pelo amigo e arquiteto Martino Ferrari. Na época, grávida do segundo filho, ela completou a reforma em tempo recorde: seis meses. Em junho de 2001, a família fixou residência. “Priorizei a sala, espaçosa e luminosa. Afinal, é onde passamos a maior parte do tempo”, relembra. O piso de madeira de pinho-de-riga foi pintado de branco na sala, na cozinha, no quarto da filha adolescente, Nina, e no do caçula, Pietro. Na suíte do casal, Ida criou uma pintura no piso que emoldura o espaço nos tons de rosa, pink e amarelo. Os sofás e as poltronas – “comprados em feirinhas de antiguidade e herdados da avó do meu marido” – foram revestidos com tecidos coloridos da marca Lisa Corti. “Queríamos uma casa que contasse nossa história, que mostrasse nosso estilo de vida: simples e muito alegre”, finaliza Ida.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s