Chalé pré-fabricado cercado dos encantos da natureza

Em seu chalé pré-fabricado, na região serrana do Rio de Janeiro, a designer Regina Kato desliga completamente da rotina. Nem luz elétrica há por ali.

 

Logo que entra na casa em Secretário, vilarejo com agradável clima de roça na região serrana do Rio, a designer Regina Kato larga as várias sacolas de mantimentos na cozinha, calça sapatos confortáveis e vai colher flores e ervas no jardim. Com as mãos na terra, cumpre uma espécie de ritual de chegada a seu oásis, a quase mil metros de altitude e cercado de grande área de mata Atlântica. Em poucos minutos, transforma os maços de plantas em bonitos arranjos em vaso, que distribui por todos os cômodos da cabana de madeira, de 90 m², projetada pelo arquiteto e designer Sergio Rodrigues nos anos 1990. Mais perfumado e colorido, o fim de semana pode, então, começar. Regina e o marido, o médico homeopata Milton Ungierowicz, passaram bastante tempo procurando um refúgio para escapar da vida agitada que levam durante a semana na capital fluminense. “Imaginávamos uma construção simples, charmosa e fácil de manter, num terreno com muitas árvores, nascente e riacho. Quando vimos este chalé, há cerca de quatro anos, ficamos apaixonados pela forma inteligente como fora erguido, totalmente integrado à natureza. Fechamos negócio, e, desde então, subir a serra se tornou nosso programa preferido”, conta ela. Autora do décor do espaço, a designer fez poucas mudanças na estrutura. A maior delas foi fechar parte da varanda com janelas quadriculadas idênticas às originais, desenhando o jardim de inverno rodeado pela vista. “Não temos energia elétrica aqui. Por isso, a transparência é essencial para ampliar a entrada de luz natural”, conta. “Ao entardecer, acendo as velas que deixo espalhadas pelos ambientes – elas criam uma atmosfera deliciosa.”Como a estrada que dá acesso à cabana é de terra batida e bem acidentada, Regina e Milton chegam ali abastecidos de tudo o que precisam: bons vinhos, livros e um kit de comidinhas gostosas. “Assim, não precisamos pegar o carro e sair para nada”, explica ela. Levamos alimentos na quantidade certa para os dias de descanso, já que não há geladeira (um isopor repleto degelo dá conta de conservá-los). É a dona quem cozinha,incrementando as receitas com ingredientes apanhados no terreno, como o limão usado para temperara salada e marinar o ceviche. O jeito caprichoso e o gosto pela casa bem-arrumada têm tudo a ver com sua vida profissional. Designer formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde conheceu o gaúcho Fernando Jaeger, ela atuou por muitos anos numa multinacional alemã, no departamento de propaganda e marketing. Quando resolveu largar o mundo corporativo e seguir um caminho em que pudesse usar mais a criatividade, procurou Fernando, já empresário, e propôs abrir uma filial da marca dele no Rio. A sociedade, iniciada há 15 anos, possibilita que Regina exercite sua veia estética – ela assina a linha de tapetes da grife e compõe o décor das duas lojas cariocas, o que inclui os arranjos de flores, claro. Trabalha muito, porém, no chalé da serra, aconchegada numa manta e longe de TV e wi-fi, consegue esquecer a rotina. “Milton e eu temos aqui uma experiência de imersão total, que faz um bem imenso. Caminhamos muito, lemos, descansamos e voltamos revigorados”, conta. “Ainda queremos construir uma sauna a lenha e um ateliê no terreno, mas sem pressa. Este lugar, para nós, é projeto para ser curtido a longo prazo.”

06-chale-pre-fabricado-cercado-dos-encantos-da-natureza

Pré-fabricada com assinatura de mestre

Embora seja mais conhecido como um dos ícones do mobiliário brasileiro, o arquiteto e designer carioca Sergio Rodrigues também produziu, durante a década de 1990, uma série de casas pré-fabricadas. “As unidades seguem sistema de montagem simples: são uma espécie de gaiola feita de ripas, fechada com placas de compensado bem espessas. Cada planta é diferente da outra, pois se adaptava às necessidades dos proprietários”, explica o arquiteto Fernando Mendes, que, por muitos anos, trabalhou com Sergio. “Outras características marcantes dos projetos são a luminosidade generosa, pois há várias janelas e claraboias, e o telhado com forte inclinação, que permite acomodar um mezanino.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s