Três arranjos diferentes feitos com as mesmas flores

Com a instrução de um profissional, confira como é fácil montar todos esses arranjos!

Ter flores em casa é sempre bom, mas nem sempre há tempo ou espaço para cuidar de uma muda. Um boa ideia é montar arranjos delicados e pessoais, para trazer um pouco de natureza para a decoração.

Pensando nisso, o Elle Decor conversou com Takaya sato, diretor criativo do ateliê LAtelier Rouge, sobre como montar um buquê bem bacana para completar o décor de casa.

O profissional separou algumas espécies e fez três arranjos diferentes com elas. Confira!

(Reprodução/Elle Decor)

 Arranjo 1

(Reprodução/Elle Decor)

Para fazer o arranjo, o ideal é começar com as flores de caules maiores. Depois, é só ir completando com as de caules menores. Existem argilas e espojas específicas para sustentar as plantas no arranjo. Este vaso de cerâmica raso foi usado para esconder a argila, onde as hastes das flores foram espetadas.

Por ser simétrico, este arranjo fica perfeito em mesas laterais ou de centro.

Arranjo 2

(Reprodução/Elle Decor)

 A técnica de buquê é baseada no jeito francês de fazer as flores parecerem manipuladas e refinadas. O recipiente, onde o buquê será colocado, faz toda a diferença na hora de montar o arranjo. Vasos mais longos e com a abertura pequena são os melhores para buquês com volume.

Esses arranjos são fáceis de transportar e ficam bem em qualquer parte da casa. Por isso, os buquês são ótimos presentes para amigos e familiares.

Arranjo 3

(Reprodução/Elle Decor)

Vasos mais compridos trazem mais elegância e dramaticidade para os arranjos. Por isso, é importante usar flores com caules resistentes, para que o buquê se mantenha cheio e saudável.

O segredo é arrumar as plantas fazendo um espiral com as hastes. Isso facilita a construção do arranjo e permite que mais flores caibam no vaso.

Quando for fazer jantares ou decorar salões de festas, opte pelos arranjos em vasos comprido.

Dicas

(Reprodução/Pinterest)

Para que seu arranjo dure mais tempo, Sato separou algumas dicas simples que podem fazer toda a diferença na longevidade das flores. Confira!

1. Corte os caules sempre com um ângulo de 45º. Assim, as plantas irão absorver melhor a água;

2. Coloque duas ou três gostas de água sanitária na água do vaso. Isso impede que bactérias do ar ou do líquido sejam absorvidas pelas plantas e matem o arranjo;

3. Não mantenha o arranjo sob luz direta. Plantas mais sensíveis não conseguem sobreviver a temperaturas elevadas;

4. Não mantenha as flores por muito tempo no ar-condicionado. Assim como nem toda planta lida bem com o calor, algumas também não sobrevivem ao clima frio.

(Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s