UNESCO declara Cais do Valongo como Patrimônio Mundial

Reconhecido ao lado de outros dez lugares, o cais foi o principal porto de entrada de escravos no continente americano

(Reprodução/Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro)

O Cais do Valongo foi declarado nesta semana como Patrimônio da Humanidade da UNESCO durante a 41ª sessão do World Heritage Committee. Construído em 1811 pela Intendência Geral de Polícia da Corte do Rio de Janeiro, o Cais foi o principal porto de entrada de escravos no continente americano e é patrimônio cultural da cidade.

O local, que também integra a Rota dos Escravos da UNESCO e o Circuito Histórico e Arqueológico da Celebração da Herança Africana, foi reconhecido ao lado de outros dez lugares na Dinamarca, França, Alemanha, Irã, Polônia, Rússia e Croácia, Itália e Montenegro.

(Reprodução/Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro)

Para integrar a lista da UNESCO, é necessário possuir valor universal excepcional e cumprir pelo menos um dos dez critérios de seleção, que incluem exigências como ser uma obra-prima do gênio criativo humano e/ou conter um testemunho único ou pelo menos excepcional de uma tradição cultural ou de uma civilização viva ou que tenha desaparecido.

Duas extensões também foram aprovadas neste ano: Strasbourg: de Grande-île à Neustadt, na França, e Bauhaus e seus locais em Weimar, Dessau e Bernau, na Alemanha.

Confira, abaixo, a lista completa dos novos integrantes da UNESCO’s World Heritage List:

1. Cais do Valongo (Brasil)

2. Cidade Histórica de Yazd (Irã)

3. Ilha Sagrada de Okinoshima e Locais Associados em Munakata (Japão)

4. Venetian Works of Defence, realizados entre os séculos 16 e 17 em Stato da Terra e no ocidente de Stato da Mar (atual Croácia, Itália e Montenegro)

5. Kujataa Greenland: fazendas nórdicas e dos inuítes na beira do Ice Cap (Dinamarca)

6. Taputapuātea (França)

7. Cavernas e Arte do Paleolítico nos Alpes Suábios (Alemanha)

8. Mina Tarnowskie Góry, de prata, chumbo e zinco, e seu sistema de gestão de água subterrâneo (Polônia)

9. Catedral e Monastério de Assunção em Sviyazhsk (Rússia)

10. Afrodísias (Turquia)

11. Lake District (Reino Unido)

(Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s