Apê mescla peças de antiquário com obras de design consagradas

Projeto do BC Arquitetos brinca com o estilo contemporâneo fazendo uso de peças encontradas em antiquários e obras de designers renomados como Jader Almeida

(BC Arquitetos/Divulgação)

Este apartamento de 280 metros quadrados em São Conrado, no Rio de Janeiro, pertence a uma família apaixonada por obras de arte. Por isso, os moradores convidaram o escritório BC Arquitetos para executar um projeto que incorporasse o espírito artístico na decoração dos ambientes.

LEIA MAIS: 5 dicas para refinar o décor com obras de arte

(BC Arquitetos/Divulgação)

Atendendo aos pedidos, o projeto selecionou cuidadosamente quadros e esculturas de artistas consagrados como Claudia Melli, Florian Raiss e até serigrafias de BarsottiOs moradores também fizeram um pedido bem específico para os arquitetos: trazer a vista do mar para dentro da sala. 

(BC Arquitetos/Divulgação)

Ao entrar no apartamento, é possível ver o mar emoldurado na parede, enfatizado pelas peças de mobiliário e pela marcenaria baixa, de forma a ressaltar a continuidade com o horizonte.

(BC Arquitetos/Divulgação)

Os tons claros do piso, das paredes e das madeiras permitem o contraste com o mar e com as obras expostas.

LEIA MAIS: Batente de madeira: 9 ambientes lindos para apostar na tendência

(BC Arquitetos/Divulgação)

(BC Arquitetos/Divulgação)

O living, que integra a sala e a sala de jantar, mescla peças do antiquário Arnaldo Danemberg, como o baú e a estante de livros, com a cadeira Bossa, assinada por Jader Almeida, e a poltrona Diz de Sérgio Rodrigues, expoentes do design brasileiro.

(BC Arquitetos/Divulgação)

(BC Arquitetos/Divulgação)

A sala de jantar foi equipada com marcenaria desenhada pelo próprio escritório. O móvel suspenso, o pórtico minimalista e a estante ripada são alguns dos exemplos.

LEIA MAIS: Boas ideias de marcenaria ampliam os espaços neste apartamento de 58 m²

(BC Arquitetos/Divulgação)

LEIA MAIS: As melhores cores para pintar o quarto, de acordo com profissionais

Transformado em um verdadeiro refúgio, o quarto segue um décor simplista e aconchegante, apostando em uma paleta de cores neutras. O detalhe da faiança encontrada no antiquário revela um toque delicado e romântico.

(BC Arquitetos/Divulgação)

 

(Divulgação/Revista CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s