Com décor atemporal, este apê de 130 m² destaca tons escuros

Assinado pelo escritório Ambidestro, este apartamento em Porto Alegre foi pensado para o homem contemporâneo

(Marcelo Donadussi/Divulgação)

Com projeto assinado pelo escritório Ambidestro Arquitetura, este apartamento de 130 metros quadrados em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, passou por uma reforma radical. O morador solicitou aos arquitetos uma casa onde predominasse tons escuros e uma atmosfera dark.

(Marcelo Donadussi/Divulgação)

O resultado foi um apê elegante e atemporal com uma decoração cheia de identidade. Pensado nos mínimos detalhes, o apartamento foi feito para moradores que buscavam um espaço de vida inspirado nas grandes capitais do mundo.

(Marcelo Donadussi/Divulgação)

No setor social, as paredes que dividiam cozinha e área social foram derrubadas, deixando apenas a estrutura das vigas à mostra. Os arquitetos criaram uma composição uniforme de preto, cinza e madeira que se repete em todos ambientes da casa.

(Marcelo Donadussi/Divulgação)

Pensada como o coração da casa, a área social foi projetada para ser ampla, confortável e integrada para que os moradores pudessem aproveitar cada canto. O estar foi colocado próximo das aberturas da antiga sacada, com conceito linear, um sofá em couro caramelo apoiado de poltronas com design brasileiro trazem conforto e elegância ao espaço.

(Marcelo Donadussi/Revista CASA CLAUDIA)

Com layout marcante, a mesa de jantar foi posta no centro do espaço e mantida como protagonista. Como os moradores adoram cozinhar, solicitaram também um espaço amplo de jantar para receber amigos e familiares.

(Marcelo Donadussi/Divulgação)

(Marcelo Donadussi/Divulgação)

Um bloco linear de marcenaria funciona como cozinha, lavabo e biblioteca, compondo ainda o background da sala. Para equilibrar com a madeira, foi introduzida a melamina preta e cinza chumbo fosca.

Com um estilo minimalista, o lavabo cria uma atmosfera impactante graças ao efeito do décor monocromático. A dupla branca e preta é um clássico atemporal. E quando bem utilizada, ela é capaz de criar ambientes sofisticados.

(Marcelo Donadussi/Divulgação)

Na suíte master, o tom quente da madeira aquece e torna o ambiente nobre. As paredes foram envelopadas com painéis de pau-ferro que atuam como uma cabeceira ornamentada. Com influência japonesa, a cama baixa é um dos destaques do quarto.

(Marcelo Donadussi/Divulgação)

(Marcelo Donadussi/Divulgação)

(Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s