CASA CLAUDIA realiza visita guiada à exposição de Hilma af Klint

Em parceria com a Pinacoteca de São Paulo, arquitetos, designers e os profissionais da revista puderam conferir a trajetória dessa artista revolucionária

Hilma af Klint

 (Mariana Conte/CASA CLAUDIA)

CASA CLAUDIA realizou hoje uma visita guiada pela exposição “Hilma af Klint: Mundos Possíveis“, em cartaz até 16 de julho na Pinacoteca de São Paulo. O evento faz parte de uma parceria que a Editora Abril firmou com o museu para levar convidados das revistas femininas para ver as exposições de artistas mulheres ao longo do ano.

Jochen Volz, Diretor Geral da Pinacoteca e curador da mostra, guiou nossos convidados contando detalhes incríveis sobre a artista sueca nascida em 1862 cujo trabalho revolucionário vem sendo reconhecido, ainda que tardiamente, como pioneiro no campo da arte abstrata.

Logo na primeira sala da galeria, os visitantes encontram a série intitulada “As dez maiores”, de 1907. Ali, um conjunto de 10 obras em escala monumental, realizadas em apenas 40 dias, representam a evolução humana: infância, adolescência, idade adulta e velhice. Elas são consideradas hoje umas das primeiras e maiores obras de arte abstrata no mundo ocidental, já que antecedem as composições não figurativas de artistas contemporâneos a Hilma af Klint como Kandinsky, Mondrian e Malevich.

A artista, que foi influenciada por movimentos espirituais, integrou o “As cinco”, grupo artístico composto por artistas mulheres que acreditavam ser conduzidas por espíritos elevados. Esses espíritos desejavam se comunicar por meio de imagens e já experimentavam desde o final do século 19 a escrita e o desenho automático, antecipando as estratégias surrealistas em mais de 30 anos. “O trabalho de Hilma af Klint dialoga de certa forma com o sincretismo e a pluralidade de cosmovisões tão presente na cultura do Brasil. A serialidade encontrada em sua obra também aparece na arte brasileira, em especial no concretismo e neoconcretismo”, explica Volz. Ao todo, a exposição inclui 130 obras das 1400 produzidas por Hilma af Klint.

A seguir, uma galeria de fotos com algumas obras expostas e os convidados que acompanharam a visita:

 

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s