MADE 2018: o que esperar da 6ª edição do evento

Entre 27 de junho e 1º de julho, o Pavilhão da Bienal recebe a feira que tem como compromisso estabelecer a conexão entre a sociedade e o design autoral

Os sócios da MADE Bruno Simões, Elcio Gozzo e Waldick Jatobá

Os sócios da MADE Bruno Simões, Elcio Gozzo e Waldick Jatobá (Massimo Failutti/MADE)

A 6ª edição da MADE (Mercado.Arte.Design) acontece entre os dias 27 de junho e 1º de julho no Pavilhão da Bienal, em São Paulo. A feira de design colecionável tem como principal compromisso o incentivo ao design autoral do Brasil e contará, durante os cinco dias de evento, com peças exclusivas dos mais de 100 expositores nacionais e internacionais.

O tema deste ano é Machine Art, inspirado na exposição de 1934 realizada no MoMA, Museu de Arte Moderna de Nova York, com curadoria do arquiteto Philip Johnson, que levou, pela primeira vez, o design industrial para dentro de uma instituição de arte. Os objetos utilitários foram elevados ao status de escultura e promoveram uma reflexão sobre o homem e a máquina. A ação que dá nome ao evento norteia a cenografia de toda a feira, onde serão abordadas as novas relações entre indústria, designer e consumo. O tema também pretende questionar como aliar criação e industrialização para manter o design relevante.

A curadoria de conteúdo do evento, assim como a seleção dos expositores, é feita pelos sócios Waldick Jatobá e Bruno Simões. E a organização ainda conta com conselho consultivo participativo composto por Claudia M. Salles, Marcio Kogan, Corinna Sagesser, Maurício Eugênio e Jorn Konijn.

Designer do Ano

 (Jacques Gavard/MADE)

Na edição de 2018, o austríaco Robert Stadler será reconhecido como o Designer do ano. Formado pelo IED de Milão e especializado na ENSCI de Paris, o profissional ficou reconhecido por fundar o grupo Radi Designers com peças assinadas para a Galerie Kreo. Também já trabalhou com marcas como Dior, Lobmeyr, Richard, entre outras. Também assina intervenções em grandes museus do mundo, como MAK – Museum for Applied Arts / Contemporary Art in Vienna, Les Arts Décoratifs, Fondation Cartier, Fonds National d’Art Contemporain e Palais de Tokyo. Recentemente, realizou a curadoria de uma das instalações mais visitadas da semana de design de Milão, a Typecasting desenvolvida especialmente para a marca Vitra.

Exposições

Studio Reconstitution – Robert Stadler
Apresenta o universo criativo do designer homenageado dessa edição, combinando imagens de produtos e protótipos originais.

Philip Johnson: Machine Art Revisited
Exposição tema desse ano. O espaço contará com reproduções de fotos da exposição original de 1934 em grande formato, e uma das instalações será recriada dentro da feira, sob o olhar da Curadora Chefe e Diretora Criativa da Fundação Glass House, Hilary Lewis.

Pacha
Designers da UPC – Universidade Peruana de Ciências Aplicadas, comandada pelo arquiteto Mario Alonso Ricci Garay, ao lado do chef de cozinha Diego Oka, criaram serviços de mesa em cristal e mármore para enaltecer a cozinha peruana contemporânea.

Projeto Growroom
O projeto Growroom, comandado pelos arquitetos dinamarqueses Sine Lindholm e Madis Ulrich Husum, é parte da iniciativa SPACE 10 e explora as possibilidades de uma horta urbana de maneira local e sustentável através da fabricação digital.

Eu Falo Colher
O designer industrial Sérgio Cabral apresenta a exposição “Eu Falo Colher”, que tem como ponto de partida memórias da infância onde a imagem do uso da colher era recorrente pela sua mãe, tanto para cozinhar quanto para reprender e educar. Diante disso, ele convidou os designers Carol Gay, Cristiana Bertolucci, Murilo Weitz, Noemi Saga, Natasha Schlobach, Paulo Alves, Ricardo Cardim, Super Limão Studio, e sua mãe Flávia Rocco, para participarem da exposição. Os profissionais doaram pedaços de madeira – matéria-prima com os quais estão acostumados a trabalhar – para ele desenvolver peças únicas e exclusivas.

Plastic MADE for…
Dos avanços da medicina passando pela mobilidade. Da ousadia das passarelas às possibilidades de criação no design de mobiliário. O uso consciente do plástico na sociedade atual será o tema abordado na exposição promovida pela Braskem.

Operários
Com a escolha do Machine Art como tema da feira, o artista plástico Marcelo Tolentino propõe um painel para o espaço da Mitsubishi com o objetivo de mostrar uma outra parte fundamental do processo industrial: as pessoas por trás das máquinas. Numa releitura da clássica pintura “Operários”, de Tarsila do Amaral, a ideia é retratar, utilizando o barro como matéria-prima, parte do quadro de funcionários da própria Mitsubishi.

Sandproject for Atelier NL – Holanda
Essa exposição com a curadoria de Jorn Konijn será mostrada pela primeira vez fora da Europa.
Objetos de vidro feitos com areia recolhida de de diversas partes do mundo, confrontando a indústria que geralmente só utiliza a mais pura e branca sílica. Através de uma forte pesquisa feita para o projeto, o Atelier NL aborda o universo do design e meio-ambiente de forma lúdica e única.

Talks

Os talks acontecerão no Centro Cultural Bradesco Private Bank e entre os palestrantes já confirmados estão Robert Stadler, designer do ano; Hilary Lewis, Curadora Chefe e Diretora Criativa da Fundação Glass House; e o designer russo Sergei Streltsov, reconhecido pelo trabalho frente grandes marcas como BMW, Jaguar, Adidas, Samsumg, entre outras. A arquitetura do espaço é formada por uma espiral escalonada com pintura degradê em tons de vermelho que, ao longo da semana, será preenchida com desenhos digitais criados por robôs desenvolvidos e fabricados especialmente para a MADE. Essa performance digital contará com a participação direta do público que visitar a Bienal.

Premiação

Com o troféu desenhado pelo designer sul-coreano Kwangho Lee, homenageado em 2017, o “Prêmio Bradesco Private Bank MADE de Design & Arte” reconhecerá os melhores projetos de cada um dos espaços da feira: Coletivo 5M, Coletivo 10M, Galeria e Handmade.

Novidades

Gastro MADE
Um espaço dedicado às marcas de gastronomia que valorizam a produção artesanal. Com curadoria da jornalista Beta Germano, o espaço receberá cerca de 20 expositores.

CoDesign
Pela primeira vez a MADE terá um espaço compartilhado para troca de experiência. O CoDesign, especialista no conceito de coworking direcionado à marcas e aos profissionais da área de design e arquitetura, ambientará um espaço exclusivo na feira. O layout tem à frente o designer e professor de pós-graduação do IED Sérgio Cabral e seleção de objetos por Virgínia Lamarco.


MADE (Mercado.Arte.Design)

Quando: de 27 de junho a 01 de julho de 2018 (quarta a sexta das 13h às 21h; sábado das 12h às 20h e domingo das 12h às 19h)
Onde: Pavilhão da Bienal (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n, Ibirapuera, São Paulo/SP)
Ingresso: Quarta a Domingo: R$ 30,00 | Meia entrada para idosos e estudantes: R$ 15,00
Informações: http://www.mercadoartedesign.com
Instagram: @mercadoartedesign

 

Siga CASA CLAUDIA no Instagram

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s