Mostra no Rio homenageia vida e obra de Oscar Niemeyer

Territórios da Criação celebra os 110 anos de nascimento do arquiteto com um conjunto inédito de obras, de desenhos à peças de mobiliário

Oscar Niemeyer por Nani Goes.

Oscar Niemeyer por Nani Goes. (Nani Goes/Pinakotheke Cultural Rio de Janeiro)

Nesta sexta-feira (10), será aberta ao público a mostra Territórios da Criação, que foca na produção artística e gráfica do brilhante arquiteto Oscar Niemeyer (1907 – 2012). A exposição, que acontecerá na Pinakotheke Cultural Rio de Janeiro, pretende celebrar vida e obra do artista, que faria 110 anos no dia 15 de dezembro desse ano.

Oscar Niemeyer (1907 – 2012). Ruínas de Brasília, 1964. Óleo sobre tela, 46 x 77 cm.

Oscar Niemeyer (1907 – 2012). Ruínas de Brasília, 1964. Óleo sobre tela, 46 x 77 cm. (Jaime Acioli/Pinakotheke Cultural Rio de Janeiro)

Com curadoria de Marcus Lontra e Max Perlingeiro, Territórios da Criação reúne mais de 60 obras de Niemeyer em um conjunto inédito de desenhos, pinturas, esculturas e peças de mobiliário com seu inconfundível traço. Haverá também uma sala especial com retratos do arquiteto feitos por fotógrafos renomados.

“Ao longo de sua vida, Niemeyer produziu intensamente e afirmou-se não apenas como arquiteto, como a primeira referência estética brasileira reconhecida em todo mundo, mas também como artista e intelectual respeitado, atuando em várias frentes do conhecimento humano”, afirma Marcus Lontra.

Oscar Niemeyer (1907 – 2012). Sem Título. Caneta hidrográfica sobre papel, 40 x 48 cm.

Oscar Niemeyer (1907 – 2012). Sem Título. Caneta hidrográfica sobre papel, 40 x 48 cm. (Divulgação/Pinakotheke Cultural Rio de Janeiro)

A mostra conta ainda com obras de artistas que trabalharam junto com ele em seus projetos, como Alfredo Ceschiatti, Alfredo Volpi, Athos Bulcão, Bruno Giorgi, Candido Portinari, Franz Weissmann, Joaquim Tenreiro, Maria Martins, Roberto Burle Marx e Tomie Ohtake.

Candido Portinari (1903 – 1962). Cabeça de São Francisco, 1944. Prova de parte do painel de azulejos da Igreja de São Francisco de Assis, no Conjunto da Pampulha. Azulejo, 64 x 48 cm.

Candido Portinari (1903 – 1962). Cabeça de São Francisco, 1944. Prova de parte do painel de azulejos da Igreja de São Francisco de Assis, no Conjunto da Pampulha. Azulejo, 64 x 48 cm. (Jaime Acioli/Pinakotheke Cultural Rio de Janeiro)

“Ainda consideramos pequena esta homenagem pela passagem dos 110 anos de nascimento de Niemeyer quando lembramos a grandeza do homem de 1907, dotado de generosidade e humor invejáveis, que atravessou dois séculos sempre com pensamento lúcido sobre um Brasil mais justo e promissor.”

Oscar Niemeyer por Luiz Garrido.

Oscar Niemeyer por Luiz Garrido. (Luiz Garrido/Pinakotheke Cultural Rio de Janeiro)

A exposição fica em cartaz até dia 16 de dezembro, de segunda a sexta-feira das 10h às 18h, e aos sábados, das 10h às 16h. A entrada é gratuita.

SERVIÇO

Oscar Niemeyer – Territórios da CriaçãoExposição comemorativa do 110 anos de nascimento do arquiteto

Pinakotheke Cultural Rio de Janeiro  Rua São Clemente 300, Botafogo. 22260-000 – Rio de Janeiro – RJ | Telefone: (21) 2537-7566

Período de exposição: 10 de novembro a 16 de dezembro de 2017

Visitação: Segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, e aos sábados, das 10h às 16h.

Entrada gratuita.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s