Urbanismo, tecnologia e design são alguns temas do Festival Path

O evento de inovação e criatividade acontece nos dias 19 e 20 de maio com palestras, workshops e oficinas

 (Meduzza/Festival Path)

Palestras, workshops, exibição de filmes e documentários, shows, feiras de games, gastronomia e empreendedorismo, e atividades envolvendo diferentes temas como urbanismo, tecnologia e literatura. O Festival Path, que chega à sua 6ª edição no próximo final de semana é um festival de inovação e criatividade que acontece no bairro de Pinheiros, em São Paulo. O mote desta edição é “Ideias que trocam ideias” e pretende estimular trocas e conexões por meio de ambientes inspiradores.

O circuito pode ser feito a pé. Entre os endereços que recebem atividades estão o Instituto Tomie Ohtake, a Fnac Pinheiros, o Centro Cultural Rio Verde, e a Escola Britânica de Artes Criativas (EBAC). Confira abaixo alguns destaques de CASA CLAUDIA na área de urbanismo, mobilidade, paisagismo, design e tecnologia divididos por local:

Instituto Tomie Ohtake

WORKSHOP: Caligrafia Flat Pen
19/05 | 10:00 – 14:00

Este workshop vai te introduzir à construção de caligrafia: letras e caracteres feitos à mão, passando por técnicas e a exploração da Flat Pen e novos materiais. Além de dar uma nova visão no campo de caligrafia para que você possa perceber o que as letras podem oferecer além de fontes digitais, tornando assim, o processo de criação mais sensível no desenvolvimento de projetos profissionais e/ou experimentais.

A rua é de quem faz
19/05 | 10:00 – 11:00

Quem faz as cidades são seus moradores. Partindo desse princípio, grupos promovem melhorias urbanas por conta própria, sem formações técnicas especificas, mas com experiência em diversas áreas e com o objetivo de impactar a sociedade de uma forma positiva e que permita que a rua seja um espaço de todos.

OFICINA: O Tempo manual – tricô como meditação pelas mãos
19/05 | 12:15 – 14:15

As mãos em movimento acalmam a mente ansiosa. O retorno do interesse em fazer manual criou uma comunidade aproximada pela tecnologia. A vontade de um tempo mais calmo e devagar faz do tricô um protagonista para a meditação ativa com as mãos. A oficina introduzirá os participantes à técnica do tricô de braço, onde corpo e mente sincronizam o tecimento de um cachecol prático e rápido.

WORKSHOP: Stencil
19/05 | 15:00 – 19:00

Stencil é uma técnica artesanal usada para aplicar uma imagem, seja uma ilustração ou uma caligrafia, através da aplicação de tinta, e do corte em papel ou acetato, como se fosse um molde. Neste workshop, você vai aprender a desenvolver moldes stencil, técnicas de criação, corte e pintura nas técnicas de graffiti stencil. É uma aula de 4 horas em que o poder criativo de cada participante é estimulado a partir das técnicas da arte urbana e o uso do molde stencil. Todos somos criativos, a questão é onde mora sua criatividade. Mesmo com pouca habilidade artística, o participante desta oficina desenvolve temas que serão pintados com tinta spray e molde stencil no final do workshop!

São Paulo a pé: é possível?
19/05 | 16:15 – 17:15

Andar pela cidade é a forma mais próxima e mais humana de interagir com ela. Com o intuito de trazer essa realidade para a cidade de São Paulo, o Coletivo SampaPé!, que é uma organização sem fins lucrativos, vai debater com a CET – Companhia de Engenharia de Tráfego, sobre como promover a cultura do caminhar e a humanização das cidades, por meio do incentivo aos passeios a pé.

O poder da agricultura urbana
19/05 | 17:30 – 18:30

Plantar a própria comida é uma prática cada vez mais comum nas grandes cidades, como São Paulo. As hortas urbanas têm se espalhado por terraços de condomínios, parques e até mesmo em cantinhos dos apartamentos. Essa é apenas a face mais visível da agricultura urbana, prática que a FAO (ONU) recomenda que faça parte de políticas públicas de planejamento urbano, por emancipar moradores da periferia e criar cidades mais verdes. Como os agricultores urbanos podem mudar o modelo de produção de alimentos e ajudar a recuperar regiões urbanas degradadas?

Como habitaremos no novo milênio?
19/05 | 17:30 – 18:30

Apesar de serem fundamentais para o bem-estar social e para o desenvolvimento econômico, os setores imobiliário e da construção ainda são alguns dos mais ineficientes e de baixa produtividade no Brasil e no mundo. Já está claro que não será possível superar os graves déficits habitacional e de infraestrutura aplicando os mesmos modelos de negócio e de produção que ainda persistem nas atividades. Há ainda o enorme desafio de reduzir o impacto da construção, uma das atividades que mais gera resíduos e polui o ambiente no mundo. Por isso o movimento de inovação e o surgimento de novas tecnologias nesses segmentos são tão oportunos e precisam ganhar força e se disseminar. Neste painel, vamos conversar sobre iniciativas transformadoras, que estão surgindo em pequenas e grandes empresas para viabilizar construções mais acessíveis, melhorar a qualidade de vida nas cidades e reduzir o impacto ambiental da construção.

Como vamos viver no futuro: a fusão entre tijolo e tecnologia
20/05 | 09:30 – 10:30

Nessa palestra, o CEO da Vitacon Alexandre Frankel vai explorar as inovações e tecnológias que possibilitam uma vida mais adequada as necessidades mordernas em grandes centros urbanos.

WORKSHOP: Lambe-lambe
20/05 | 10:00 – 14:00

Nesta oficina, você aprenderá de forma prática como criar, produzir, recortar, escalonar, montar e colar fotografias, colagens ou ilustrações feitas em aula. A dupla além de ajudar com a concepção do seu projeto também dará dicas de materiais para produzir, melhores superfícies para colar e como fazer a cola caseira usada por eles. Toda experiência em aula será usada para discutir o papel do lambe-lambe como intervenção urbana, como usá-lo para contar histórias visuais e transmitir suas próprias ideias.

Living energy
20/05 | 10:45 – 11:45

E se todos nós vivêssemos em um mundo onde a natureza se transformasse em tecnologia? Essa é a realidade que o Designer Industrial Ermi van Oers explora atualmente em seus últimos projetos. Sua dedicação tem como foco a conexão entre os seres humanos, a natureza e a tecnologia através do projeto “Living Light”. “A natureza está cheia de soluções inteligentes. Meu objetivo como designer é inspirar as pessoas com a força em potencial que existe dentre os processos naturais. Quero mostrar o lado bonito e poético desses sistemas biológicos, quando estes ocupam o seu devido lugar em nosso dia-a-dia.” Impressione-se por essa micro, bio-revolução da tecnologia e a história da trajetória de Ermi que a antecede.

Mi casa, su casa: conheça o movimento coliving
20/05 | 11:15 – 12:15

Juntar as escovas de dentes é um passo a mais na vida de qualquer mortal. Mas…não estamos falando de casamento e sim de pessoas que resolvem morar juntas, dividindo uma mesma casa. A ideia de casas compartilhadas tem ganhado adeptos ao redor do mundo, atraindo quem quer economizar uma grana, conviver em grupos e trocar ideias.

O futuro será impresso
20/05 | 11:15 – 12:15

Estamos vivenciando tecnologias capazes de “imprimir” praticamente tudo, inclusive casas. Nessa palestra vamos conhecer uma iniciativa brasileira que está transformando o mercado de construção. Aos 23 anos de idade, Anielle Guedes já realizou um documentário sobre educação alternativa e criou uma empresa cujo propósito é oferecer uma opção viável para o problema da falta de moradia. A startup Urban3D tem como missão desenvolver materiais e tecnologias para tornar a construção de casas mais rápida — e barata.

Feira Maker
19/05 e 20/05 | 9:00 – 19:30

Com curadoria do estúdio Bolha, os geeks e os criativos vão poder usar equipamentos como circuitos, chips, sensores e impressoras 3D e tirar suas ideias do papel e transformá-las em produtos.

Escola Britânica de Artes Criativas (EBAC)

Viver na cidade com propósito
19/05 | 10:00 – 11:00

Nessa palestra, a criadora da comunidade Cidades para Pessoas, co-curadora do programa Brechas Urbanas e embaixadora no Brasil da rede global de urban makers Pakhuis de Zwijger Natália Garcia compartilha as principais lições da sua trajetória de investigação sobre a vida urbana e mostra, em um exercício prático, como investigar seus dons e talentos a partir dos seus caminhos diários pela cidade. Você sairá dessa conversa cheio de inspiração para ampliar sua percepção sobre as ruas da cidade e sobre si mesmo.

Somos os designers, ou somos o design?
19/05 | 10:45 – 11:45

Cada vez mais o design tem extrapolado suas bordas e aparecido como uma disciplina necessária para o universo dos negócios em vários níveis. Design Thinking, Design de Serviços, User Experience Design, Game Design, Process Design, só para citar alguns poucos exemplos. Nessa mesa-palestra, vamos conversar sobre como tudo que é criado proporciona algum tipo de experiência ao usuário, quer isto tenha sido premeditado ou não. Uma cidade, um processo, uma empresa, um automóvel. Nessas infinitas possibilidades de abertura de se criar ou recriar o tudo ao nosso redor, chega a hora de refletirmos com mais profundidade sobre nossos processos criativos e sobre nossas intenções com as nossas “criaturas”: nós, como designers, podemos (e devemos) decidir que tipo de experiências e comportamentos estamos desenhando.

Florestas a domicílio
20/05 | 10:45 – 11:45

Até os mais urbanos dos seres estão se abrindo para o mundo botânico e admitindo o que já é comprovado cientificamente: o contato com o verde nos deixa mais saudáveis, calmos e equilibrados. Com isso, surgem novas demandas comerciais com floriculturas modernas, arranjos vivos e muita mão na massa. Trazer um pedacinho da mata para dentro de casa tem sido uma solução com opções inovadoras e viáveis, até para quem mora nos menores dos apartamentos. Venha conhecer algumas delas!

Marcenaria: detox digital
20/05 | 12:00 – 13:00

Quem disse que cortar, lixar, pintar e moldar não pode ser terapêutico? A marcenaria tem sido uma ferramenta de detox digital, resgatando as origens do trabalho artesanal cauteloso, lento e detalhista. Colocar a mão na massa pode ser mais do que um trabalho, um prazer resgatado dos tempos da vovó.

OFICINA: O lixo é um erro de design
20/05 | 15:15 – 17:15

E se pudéssemos criar produtos, processos e sistemas seguros e saudáveis para o ser humano e a natureza, eliminando o conceito de lixo? O design de produtos circulares está começando a ter lugar na indústria em escala mundial, mas ainda em velocidade reduzida. A proposta desta oficina é de entender, de forma ‘mão na massa’, como os produtos são desenvolvidos e pensados – ou não – no seu retorno para o próximo uso/ ciclo. Introduziremos a metodologia Cradle to Cradle (C2C/ do Berço ao Berço) e trabalharemos formas de repensarmos os produtos que usamos no nosso dia a dia, de forma a gerar efeitos positivos tanto para o usuário quanto para a biosfera. Se produtos, fábricas e cidades são criados de forma inteligente, não é necessário pensar em termos de desperdício ou contaminação.

Jardim Secreto Fair
19/05 e 20/05 | 9:00 – 20:00

Há 4 anos, o evento reúne produtores independentes valorizando o trabalho manual, a economia criativa, o consumo consciente e a produção local. A curadoria é de Claudia Kievel, DJ e designer, e da estilista Gladys Tchoport.

Fnac Pinheiros

O que vem da indústria volta para a indústria: fechando ciclos
19/05 | 12:30 – 13:30

Um mundo onde as empresas entendem produtos como serviços e são responsáveis por todo o ciclo de vida, da pré-produção até depois do descarte dos resíduos. Já mercadorias como carros, máquinas de lavar, lâmpadas e televisão, que são voltadas para o “serviço”, devem ser desenhados desde o início, para o reuso de cada peça ou material que compõe o produto. Esses são alguns dos cenários abordados para a criação de indústrias que funcionem de forma cíclica, fomentando assim a economia circular.

Como transformar o espaço público perto da sua casa?
19/05 | 13:45 – 14:45

Dois coletivos de São Paulo com o mesmo objetivo: transformar praças de diversos bairros da cidade, por meio de um trabalho de engajamento comunitário. O primeiro, Ocupe e Abrace, é um grupo que se formou para melhorar o bairro da Pompeia, transformando e ocupando os espaços verdes que existem no bairro. É formado por um conjunto de pessoas que trouxeram seu tempo, interesses, talentos e forças para construir esse sonho, de forma horizontal em clima de diálogo e trocas de boas energias. O segundo grupo é o Nova Lapa. Formado por moradores que se reuniram para recuperar a praça da região e transformá-la em um espaço de lazer da comunidade. Além disso, também lutaram para transferir o Ecoponto Vila Hamburguesa para um endereço mais adequado. Conquistaram os dois objetivos e agora articulam ocupar estes espaços.

Jardins flutuantes: a forma natural de tratar água, solo e ar já chegou ao Brasil
20/05 | 12:30 – 13:30

Saiba tudo sobre a tecnologia francesa Jardins Filtrantes, que já chegou ao Brasil e, de forma totalmente natural, traz alternativas para tratamentos de água, solo e ar utilizando raízes de plantas locais. O método já foi utilizado no tratamento de gestão de esgoto e limpeza de rios na China e na França. Através da fitorestauração, as plantas são o principal agente de tratamento das contaminações. Além do tratamento da água, os Jardins Filtrantes, criam paisagismo e espaços de convivência nos rios e lagos onde são implantados.

Feira Gastronômica
19/05 e 20/05 | 12:00 – 20:00

Foodtrucks com opções variadas de comida estarão estacionados na Praça dos Omaguás e na Praça Profº Resende Puech.

Centro Cultural Rio Verde

Mobilidade e conectividade urbana – o que esperar do futuro das grandes cidades?
19/05 | 10:45 – 11:45

Venha discutir as tendências da evolução na mobilidade e da conectividade urbana, a partir da visão das principais empresas que fornecem meios de locomoção, internet das coisas e inteligência artificial. O que mudou? O que os consumidores buscam?

Cidades cognitivas, as cidades do futuro
19/05 | 15:45 – 16:45

Entramos na era dos dados e das tecnologias cognitivas, o que nos traz um mundo de oportunidades nas mais diferentes áreas. Mas por que é importante para a humanidade viver em uma cidade cognitiva? Quais benefícios e riscos a combinação de tecnologia e desenvolvimento urbano pode trazer? Como viver e construir cidades baseadas em tecnologias cognitivas mantendo o humano como elemento central das relações?

Superpopulação e cidades ecológicas: dá match?
20/05 | 12:00 – 13:00

Em quatro anos 90% da população vai estar nas cidades, como torna-lás sustentáveis? Com o intuito de levar para o ambiente urbano alguns dos princípios praticados nas ecovilas e, dessa forma, resgatar o bem-estar e o vínculo com o lugar em que vivemos, nasceu o “ecobairro”. O projeto visa apoiar moradores, ajudando-os a encontrar maneiras de praticar a sustentabilidade dentro e fora de suas casas. Afinal, quem ama, cuida.

Como a arte pode transformar espaços públicos degradados
20/05 | 14:30 – 15:30

Grandes metrópoles, como Nova York e Berlim, usaram a arte como um instrumento para transformar áreas abandonadas em pontos de efervescência artística e cultural. O que São Paulo, que tem áreas degradadas bem no coração da cidade, como a da chamada Cracolândia, pode aprender com essas e outras experiências? Que exemplos de recuperação pela cultura existem na própria cidade e que podem servir de inspiração para outras iniciativas?

ACM Pinheiros

Cidades Verdes de 3° geração no Brasil: Como a biodiversidade nativa e o paisagismo podem mudar nossas cidades
19/05 | 12:00 – 13:00

A cidade tropical do futuro é a harmonia entre a paisagem natural original e o conforto moderno. No Brasil, nossas cidades estão longe disso. Em São Paulo, por exemplo, só existem 2,6 m² de área verde por habitante e 90% da vegetação urbana é de origem estrangeira, mesmo tendo sido construída sobre um hot spot mundial em biodiversidade, a Mata Atlântica. Entender porque é assim, o que fazer e quais as ferramentas possíveis para mudarmos para a Cidade Verde de 3° Geração é o tema dessa palestra.


Festival Path 2018

Quando: 19 e 20 de maio

Onde: Bairro de Pinheiros, São Paulo, SP

Ingressos: a partir de R$ 149,00 pelo site www.festivalpath.com.br

 

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Novo Shopping – Descubra fabricantes, designers independentes e empreendedores criativos de todos os lugares, tudo em um só lugar. https://artesanei.com.br

    Curtir