4 ambientes onde a madeira é o centro das atenções

Com uma pegada outonal, peças de madeira clara remetem à natureza e imprimem um astral de calmaria ao espaço

Da designer Ilse Crawford para a De la Spada, o sofá 446 Settle (2 m x 53 cm x 1,30 m) confere um ar folk à cozinha da empresária canadense Juli Daoust. Com estrutura maciça de carvalho branco encerado, possui encosto alto e almofada de couro. Por 4.475 dólares canadenses na Mjölk.

Da designer Ilse Crawford para a De la Spada, o sofá 446 Settle (2 m x 53 cm x 1,30 m) confere um ar folk à cozinha da empresária canadense Juli Daoust. Com estrutura maciça de carvalho branco encerado, possui encosto alto e almofada de couro. Por 4.475 dólares canadenses na Mjölk. (Divulgação/Revista CASA CLAUDIA)

Diz Alain de Botton, filósofo e um dos gurus do bem-estar contemporâneo, que nossas escolhas estéticas reproduzem ideais de felicidade e harmonia. “Há uma nostalgia da vida singela e íntegra vivida em meio à natureza”, afirma.

O compensado de pínus reveste o interior da casa desenhada pelo estúdio sueco Förstberg Ling. Cadeira Congo, assinada por Alf Svensson, e manta da Hem.

O compensado de pínus reveste o interior da casa desenhada pelo estúdio sueco Förstberg Ling. Cadeira Congo, assinada por Alf Svensson, e manta da Hem. (Divulgação/Revista CASA CLAUDIA)

Esse mood saudosista traz dos países nórdicos – e de outros pontos do planeta – não um sopro gélido, mas um jeito caloroso, descomplicado e ao mesmo tempo acolhedor de pensar o visual da casa.

 (Divulgação/Revista CASA CLAUDIA)

Cool ao máximo, o movimento faz uso da madeira clara nos móveis, acessórios e acabamentos por razões quase unânimes. “Além de sustentável, é um material naturalmente belo”, opina o arquiteto australiano Jon Clements. “E tem forte apelo emocional, pois multiplica o aconchego e espalha um aroma delicioso no ar”, emenda o sueco Bjorn Forstberg.

Criado pelo escritório australiano Jackson Clements Burrows Architects,o projeto traz paredes com perfis de freixo protegidas por painéis de policarbonato na face externa. Mesa e cadeiras de madeira se afinam à proposta minimalista.

Criado pelo escritório australiano Jackson Clements Burrows Architects,o projeto traz paredes com perfis de freixo protegidas por painéis de policarbonato na face externa. Mesa e cadeiras de madeira se afinam à proposta minimalista. (Divulgação/Revista CASA CLAUDIA)

Como trazem a lembrança da vida perto da floresta, produtos de faia, pínus, freixo, bétula, bambu e carvalho branco, com seus delicados veios à mostra, viraram um antídoto elegante contra o ritmo turbinado da vida moderna. Aposte nessa ideia e desacelere!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s