6 vezes em que o grafite ganhou espaço no décor

Assinados por artistas bacanas, estes grafites trazem o clima urbano para dentro de casa e deixam o décor mais atual

1.Traço orgânico

Grafite de Gen Duarte, no escritório da produtora Formata, em projeto dos arquitetos Alessandra Riera e Ana Paula Veirano, da R.A.P. Arquitetura. Grafite de Gen Duarte, no escritório da produtora Formata, em projeto dos arquitetos Alessandra Riera e Ana Paula Veirano, da R.A.P. Arquitetura.

Grafite de Gen Duarte, no escritório da produtora Formata, em projeto dos arquitetos Alessandra Riera e Ana Paula Veirano, da R.A.P. Arquitetura. (Renato Navarro/Revista CASA CLAUDIA)

Fazer uma intervenção moderna no escritório da produtora paulistana Formata era a ideia de Alessandra Riera e Ana Paula Veirano, da R.A.P Arquitetura. Para isso, contaram com o traço fluido e colorido do artista Gen Duarte. “O grafite tem o ar despojado que nós queríamos no ambiente”, conta Alessandra. Os padrões florais e geométricos são uma marca de Gen, que faz suas ilustrações com tinta em spray. “Gosto de ter liberdade para criar. Assim consigo desenvolver meus desenhos de forma natural”, completa.

2. Estilo Cosmopolita

Grafite de Cholito Chowe em apartamento que teve seu projeto de reforma assinado pela arquiteta Viviane Golbbato. Grafite de Cholito Chowe em apartamento que teve seu projeto de reforma assinado pela arquiteta Viviane Golbbato.

Grafite de Cholito Chowe em apartamento que teve seu projeto de reforma assinado pela arquiteta Viviane Golbbato. (Renato Navarro/Revista CASA CLAUDIA)

Com design um tanto quanto surreal, o sticker do artista Cholito Chowe foi a escolha perfeita para este apê descolado. “Os moradores queriam um décor industrial, então optei por descascar as paredes e aplicar um pouco de cor em pontos estratégicos”, conta a arquiteta Viviane Golbbato, que assina a reforma. “Minha intenção é sempre surpreender o observador com imagens que mexam com o inconsciente”, afirma Cholito.

3. Linhas delicadas

Grafite da designer Kalina Juzwiak no quarto, com projeto da arquiteta Alane Pestana. Grafite da designer Kalina Juzwiak no quarto, com projeto da arquiteta Alane Pestana.

Grafite da designer Kalina Juzwiak no quarto, com projeto da arquiteta Alane Pestana. (Renato Navarro/)

A moradora desta casa queria um espaço de descanso intimista, que refletisse seus gostos e sua personalidade. Para conseguir esse efeito, a arquiteta Alane Pestana convidou a designer Kalina Juzwiak para ilustrar uma das paredes do quarto. “O desenho é uma representação da proprietária, que é sonhadora e ama viajar”, conta a artista. Além disso, a arquiteta optou por cores suaves e materiais naturais, como o pínus da cabeceira, esculpida em formato de prédios. “Dessa forma, conseguimos trazer volume ao espaço, mas sem carregar muito”, diz Alane.

4. Cores em destaque

Grafite de Cadumen no estúdio Zoe Films, com projeto da arqutieta Daniele Capo. Grafite de Cadumen no estúdio Zoe Films, com projeto da arqutieta Daniele Capo.

Grafite de Cadumen no estúdio Zoe Films, com projeto da arqutieta Daniele Capo. (Renato Navarro/Revista CASA CLAUDIA)

Num antigo casarão em São Paulo, as escadas que levam ao estúdio Zoe Films ganharam um toque especial: uma ilustração assinada pelo artista Cadu Mendonça (Cadumen). “Quis criar algo impactante e com a essência da Zoe, que trabalha com criatividade. Por isso, a figura da cabeça cheia de ideias fluindo”, explica. A arquiteta Daniele Capo, responsável pelo projeto, diz que a proposta também se adaptaria perfeitamente a um ambiente residencial. “Nesse caso, seria melhor optar por uma cor mais leve para o fundo, como o branco”, completa.

5. Fluidez e movimento

Sala com projeto do arquiteto Leonardo Junqueira e grafite de Giuliano Martinuzzo. Sala com projeto do arquiteto Leonardo Junqueira e grafite de Giuliano Martinuzzo.

Sala com projeto do arquiteto Leonardo Junqueira e grafite de Giuliano Martinuzzo. (Renato Navarro/Revista CASA CLAUDIA)

Nesta casa no Guarujá (SP), o pedido dos moradores era de que as cores da natureza que cercam a residência fossem reproduzidas do lado de dentro. “Quando terminamos a reforma e a escolha dos móveis, notei que a parede da sala, que tem pé-direito de 5 m, estava muito vazia”, conta o arquiteto Leonardo Junqueira, que chamou Giuliano Martinuzzo para preencher o espaço com uma de suas obras. “Aqui, criei uma espécie de raiz, que começa perto da janela, como se tivesse entrado através dela, e se espalhado pela parede”, conta o artista.

6. História do Cordel

Grafite de Derlin Almeida como decoração de um apartamento Grafite de Derlin Almeida como decoração de um apartamento

Grafite de Derlin Almeida como decoração de um apartamento (Renato Navarro/Revista CASA CLAUDIA)

Conhecido por traços que remetem à xilogravura, o pernambucano Derlon Almeida foi chamado pelos moradores deste apartamento para reproduzir um retrato da família no painel de correr que separa a sala de jantar da cozinha. “O grafite é um jeito diferente de ter arte por perto, e este ficou em harmonia com a decoração”, afirma o artista.

Assista ao vídeo:

O artista Cholito Chowe e a arquiteta Viviane Golbbato detalham a criação do sticker e a relação com o apartamento.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s