Bar no centro de São Paulo possui inspiração germânica, chinesa e art déco

O clima intimista do bar Drosophyla Madame Lili é marcado pelo estilo original do casarão, uma construção tombada no centro de São Paulo. Conheça!

O bar Drosophyla tem uma longa história: nascido em maio de 1986 em uma garagem sem banheiro em Belo Horizonte, ele é comandado por Lilian Varella e foi um point de sucesso desde o início. Em 1997, Lilian se mudou para São Paulo e com ela veio o bar. Nômade, foi só em 2015 que ele chegou ao seu endereço atual: o número 163 da Rua Nestor Pestana, um casarão dos anos 20 construído pelo arquiteto Adelardo Soares Caiuby.

1-bar-no-centro-possui-inspiração-germânica-chinesa-e-art-déco

 (/)

Tombada, a antiga mansão próxima à Praça Roosevelt foi restaurada e ainda mantém toda a estrutura original. As paredes dos salões principais são revestidas por painéis de madeira e papel decorativo, colaborando com a atmosfera de antiguidade renovada do espaço.

2-bar-no-centro-possui-inspiração-germânica-chinesa-e-art-déco

 (/)

Estas referências ao estilo cottage germânico original do casarão são aliadas a diversas peças que remetem à China dos anos 20, incluindo pinturas e móveis diferentes, como sofás coloridos que descontraem o décor. Na harmonia criada entre os estilos há outro pedaço da mesma década: o art déco, que se faz presente na geometria branca e preta do piso. À meia luz, o resultado é um espaço intimista na noite paulistana.

6-bar-no-centro-possui-inspiração-germânica-chinesa-e-art-déco

 (/)

Já o outro andar é um terraço disputado com forte influência chinesa. Diferente do térreo, o piso deste lembra muito o modelo quadriculado do Drosophyla anterior: nada mais justo que houvesse um pouco da história do próprio bar ali dentro, visto que nele há tanta cultura do passado.

4-bar-no-centro-possui-inspiração-germânica-chinesa-e-art-déco

 (/)

O décor inusitado do Drosophyla combina as três nações – Alemanha, China e Brasil – por meio de uma personagem fictícia, a pintora, poetisa e atriz chinesa Lili Wong. Casada com um alemão, ela teria vindo morar nem nosso país em 1925 e transformara o casarão em uma referência da vida boêmia da época. É dela que vem, também, o sobrenome que o bar ganhou: Drosophyla Madame Lili.

3-bar-no-centro-possui-inspiração-germânica-chinesa-e-art-déco

 (/)

Assim, é criada uma experiência imersiva em espaço com forte identidade no centro da cidade. Uma boa pedida para quem gosta de conhecer prédios históricos – e, de quebra, tomar um drink.

Leia também:

Prédio abandonado mantém harmonia entre velho e novo após reforma

Casa de Ronaldo Fraga é uma construção art déco restaurada

banner_gotoshop_casa

 (/)

Clique e conheça a loja CASA CLAUDIA!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s