Rede de coliving Norn aposta em décor aconchegante e personalizado

Com propriedades na Europa e nos EUA, o negócio acredita que com uma decoração única e calorosa, o compartilhamento de ideias torna-se mais fluido

A cozinha da filial de Londres possui uma grande mesa de jantar onde os moradores podem socializar durante o jantar.

A cozinha da filial de Londres possui uma grande mesa de jantar onde os moradores podem socializar durante o jantar. (Divulgação/Norn)

Os novos jeitos de morar preveem uma vivência compartilhada, menos individualizada, mais sustentável e com maior conexão com o outro. Nesse movimento, os espaços de coliving, onde pessoas dividem o mesmo teto porque optaram por um cotidiano coletivo, vêm crescendo – assim como os coworkings, espaços de trabalho compartilhados, que já estão consolidados no dia a dia das grandes cidades. 

Paredes num tom de verde suave e pisos de madeira aquecem os quartos da filial londrina.

Paredes num tom de verde suave e pisos de madeira aquecem os quartos da filial londrina. (Divulgação/Norn)

Na Europa e nos Estados Unidos essa tendência anda a passos mais ágeis do que no Brasil. A rede de colivings Norn já ocupou seu espaço em Londres, Barcelona, Berlim e São Francisco, por exemplo. Nas propriedades, os membros podem permanecer por até seis meses, tempo em que aproveitam para trocar ideias, conviver e compartilhar.

Os membros têm acesso a uma varanda ao ar livre na filial de Barcelona, ​​com vista para a cidade.

Os membros têm acesso a uma varanda ao ar livre na filial de Barcelona, ​​com vista para a cidade. (Divulgação/Norn)

Fundada por Travis Hollingsworth, os colivings Norn têm como objetivo promover conexões entre seus residentes, organizando reuniões sociais semanais e jantares, onde eles podem discutir assuntos diversos. O conceito do Norn foi idealizado por Hollingsworth durante sua graduação na Universidade de Stanford, onde estudou Dinâmica Interpessoal – um programa que ensina pequenos grupos de alunos a desenvolverem relações profissionais mais fortes. “Nossa visão é que tem havido tanta ênfase nos espaços físicos, mas não há discussão sobre quem está lá, o que discutimos e o que fazemos juntos”, disse Travis Hollingsworth ao Dezeen.

Candelabros dourados, sofás estampados e almofadas de veludo são alguns dos móveis vintage usados ​​para decorar a base de Berlim.

Candelabros dourados, sofás estampados e almofadas de veludo são alguns dos móveis vintage usados ​​para decorar a base de Berlim. (Divulgação/Norn)

Ao escolher os edifícios para a Norn, Hollingsworth deu prioridade para prédios com arquitetura típica de cada cidade. A filial de Londres está localizada dentro de um terraço georgiano, enquanto a base de Berlim fica em um dos apartamentos em forma de L da cidade. Uma casa familiar tradicional da Catalunha abriga a filial de Barcelona, ​​enquanto uma casa vitoriana comporta a base de San Francisco. Além das áreas comuns, cada residência também precisava ser grande o suficiente para acomodar de quatro a cinco pessoas, um bom número para garantir equilíbrio entre privacidade e sociabilidade.

O banheiro da propriedade de Berlim tem paredes vermelhas e armários de madeira ornamentados.

O banheiro da propriedade de Berlim tem paredes vermelhas e armários de madeira ornamentados. (Divulgação/Norn)

Em vez de contratar um designer de interiores para criar a estética de cada filial, Hollingsworth e sua equipe visitaram uma série de mercados de antiguidades locais para encontrar acessórios e móveis exclusivos que poderiam ser usados ​​para decorar os ambientes.

Tons de cinza foram usados nas áreas comuns da filial em São Francisco.

Tons de cinza foram usados nas áreas comuns da filial em São Francisco. (Divulgação/Norn)

Hollingsworth não queria que todos os espaços parecessem os mesmos. “Se tudo fosse primoroso e apropriado, as pessoas não se sentiriam tão à vontade e não se abririam para compartilhar as histórias de suas vidas. Mas como cada propriedade é peculiar e cheia de calor, as pessoas entram e se sentem bem para trocar ideias.”

Siga CASA CLAUDIA no Instagram

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s