Duilio Sartori: Conheça o designer caçador de objetos

O guarda-sol escultura é uma das peças garimpadas mundo afora pelo designer Duilio Sartori, que transformou sua loja no Jardim Botânico, bairro carioca, em um verdadeiro bazar de produtos inusitados, incluindo alguns de sua autoria.

39-oficio

 (/)

Duilio Sartori não é um comerciante convencional. Designer formado, artista plástico intuitivo e dono da Gabinete, loja de decoração das mais simpáticas com ponto no Jardim Botânico e também na Barra da Tijuca, ele é antes de mais nada um curador. Percorre várias cidades do Brasil e do mundo em busca de novidades, que enxerga com um olhar sem preconceitos. Em suas prateleiras, há desde peças simples de artesanato até vidros de Jacqueline Terpins, móveis de fibra de Domingos Totora e luminárias do mineiro Ganso. “Tenho o maior prazer com a descoberta e principalmente quando compartilho o que encontro com quem entra na loja”, conta. Dono ainda de uma produção autoral, já fez móveis, como a cadeira Tombo, que pode mudar de posição e de forma sem perder a função. “Trabalhar com marcenaria foi um aprendizado, mas agora estou seguindo novos caminhos e experimentando diferentes materiais”, avisa. Em plena gestação criativa, ele se prepara para lançar uma coleção sua, com pegada artística. “Tenho algo de lúdico no traço e adoro fazer misturas. Transformei um quarto do meu apartamento em ateliê e espero, daqui a pouco, sair da toca.” Aguarde.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.