Neste quintal, a piscina é emoldurada por um paisagismo tropical

Marcelo Bellotto assina o paisagismo tropical em torno da piscina num delicioso quintal de 100 m2. 

Os donos desta casa, num condomínio próximo da capital paulista, transformaram os 100 m² do quintal numa área de deleite para ser desfrutada não só nos fns de semana mas também no dia a dia. O ponto inicial do projeto foi a piscina, de 4 x 8 x 1,40 m*, idealizada pelo paisagista Marcelo Bellotto. “Usei um deque de itaúba com ripas de 9 cm de largura, dispostas até a beira da água. Isso conferiu unidade visual ao espaço”, diz o profssional. “Quanto às espécies, escolhi plantas de vários tons e formatos.” As palmeiras foram alinhadas seguindo a borda para corrigir a assimetria do canteiro lateral, com largura entre 80 cm e 1,50 m. “Na parte mais larga, elas fcam afastadas do muro”, explica.

*largura x comprimento x altura

Elas trazem uma atmosfera tropical ao ambiente à beira d’água. Houve a preocupação de misturar alturas sem sombrear o canto de relaxamento.

01-neste-quintal-a-piscina-e-emoldurada-por-um-paisagismo-tropical

 (/)

1. As palmeiras (Ptychosperma elegans) exibem caules finos e compridos, ostentam folhagem densa e são perfeitas para canteiros estreitos. Pedem regas, no máximo, três vezes por semana.

2. Forte, o guaimbê-de-folha-ondulada, ou filodendro (Philodendron undulatum), empresta sua exuberância ao jardim. A planta cresce na sombra e na meia-sombra com bastante rapidez e pode atingir altura acima de 2 m.

3. Arredondada, verde-escura e muito resistente, a clúsia (Clusia fluminensis) gosta de insolação intensa, é fácil de manter e dá flores brancas ao longo do ano.

4. Rente ao chão e de tom avermelhado, a tradescância (Tradescantia pallida purpurea) requer poda a cada três meses.

02-neste-quintal-a-piscina-e-emoldurada-por-um-paisagismo-tropical

 (/)

5. Aspargos-de-jardim (Asparagus densiflorus) têm folha longilínea verde-limão, cor que contrasta com o azul da água.

 

perfil-neste-quintal-a-piscina-e-emoldurada-por-um-paisagismo-tropical

 (/)

Combinação bem orquestrada

Engenheiro agrônomo formado há 22 anos, Marcelo Bellotto procura fazer em seus projetos uma integração muito afinada entre a arquitetura e o paisagismo. Nesta entrevista, ele revela como compor o entorno da piscina. O que é importante considerar? Em primeiro lugar, deve-se perceber onde ocorre a maior incidência de sol e definir, para esse local, espécies com alturas e tipos de folhagens que não criem sombra na água. Quais as plantas mais indicadas? Isso dependerá das proporções do jardim, mas, de maneira geral, prefiro as resistentes, fáceis de cuidar e que não soltem folhas com frequência para evitar o acúmulo de sujeira e o entupimento dos filtros. Quem quiser usar palmeiras precisa saber que os canteiros para acomodá-las devem ter, no mínimo, 1,20 m de largura. Como deque e plantas se relacionam em seus projetos? Neste caso, elegi uma forração na cor vinho, a tradescância, para combinar com o tom da madeira. Assim, o contorno da plataforma foi suavizado realçando o verde.  

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s