Partes de carros são transformadas em peças de decoração

Em parceria com a Renault, Maurício Arruda mostra que é possível criar obras de design exclusivas – e refinadas – com materiais que acabariam no lixo

Peças Mauricio Arruda

 (/)

Seja a decoração industrial, contemporânea, vintage ou clássica, sempre há espaço para encaixar no projeto uma peça criada com a reutilização de materiais. A preocupação em encontrar soluções sustentáveis para a arquitetura e para o design está cada vez mais presente no dia a dia dos profissionais – e no trabalho de Maurício Arruda não é diferente. “Mais do que custo, durabilidade e beleza, um dos critérios mais importantes no desenvolvimento de algo é a sua história, se há impacto social e humano”, explica o arquiteto.

Após uma década de atuação na arquitetura, Maurício se tornou um profissional multiplataforma. Recentemente, acrescentou à sua trajetória o design de produto e, a partir deste ano, soma a experiência de apresentador de TV, comandando o programa Decora, sucesso do canal GNT. A convite da Renault, ele criou uma série de mais de dez objetos de decoração para compor o projeto Garagem de Estar Renault, que está exposto nas diversas cidades do Brasil por onde CASACOR tem passado.

O desafio estava em utilizar peças de automóveis que foram descartadas na fábrica. A Estante Macacos me Mordam, por exemplo, é montada com dois macacos automotivos, um em cada extremidade, capazes de suportar uma prateleira de madeira maciça de até 2 metros de comprimento. Já o Hanger Verde Seguro foi criado com tiras de cintos de segurança, que são presas por parafusos nas laterais de vasos plásticos pretos, e funciona muito bem para quem quer ter uma horta no apartamento ou deseja cultivar espécies de trepadeiras.

Peças Mauricio Arruda

 (/)

“O que viraria lixo pode ser uma matéria não prima perfeita para fazer design”, afirma o profissional, que, junto de seus sócios do escritório Todos, também transformou volantes, calotas, bancos e lanternas de carros em verdadeiros objetos de decoração. É o caso da Mesa Calooootas, composta por quatro calotas coloridas, do Cabideiro Volante, no qual dois volantes comportam ganchos de latão para pendurar roupas e bolsas, e do Abajur Diamante, cuja cúpula é feita com os logotipos da Renault que, normalmente, são aplicados apenas nos automóveis.

A proposta se adapta perfeitamente aos objetivos da marca de incentivar ações ligadas ao design e à inovação. Esses direcionamentos se refletem ainda na criação de seus próprios produtos, como é o caso da picape Duster Oroch, carro oficial de CASACOR em 2016 que inovou ao criar um novo segmento no mercado automobilístico. “Dar um novo significado a peças e visualizar design entre tanto material que a princípio seria descartado é um desafio e uma delícia ao mesmo tempo”, reforça Maurício.

Peças Mauricio Arruda

 (/)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s