Reforma leva urban jungle a escritório holandês

O projeto, segunda parte de uma obra iniciada em 2016, adicionou mais opções de espaços e muito verde ao Cambridge Innovation Center

O projeto, segunda parte de uma obra iniciada em 2016, adicionou mais opções de espaços e muito verde ao Cambridge Innovation Center

 (Divulgação/Kraaijvanger Architects)

Para acomodar seu número crescente de startups, empresas e investidores (hoje são mais de 150), o Cambridge Innovation Center (CIC) precisava de uma expansão de 3,5 mil metros quadrados em seu escritório em Roterdã, Holanda.

O projeto, segunda parte de uma obra iniciada em 2016, adicionou mais opções de espaços e muito verde ao Cambridge Innovation Center

 (Divulgação/Kraaijvanger Architects)

Como já tinham comandado a primeira reforma, feita ali em 2016, o Kraaijvanger Architects voltou e desenhou, ao lado da equipe de design do CIC, a segunda fase do projeto, que soma 8,3 mil metros quadrados e adicionou mais de 100 novos escritórios, salas de reunião e lounges.

Veja também
O projeto, segunda parte de uma obra iniciada em 2016, adicionou mais opções de espaços e muito verde ao Cambridge Innovation Center

 (Divulgação/Kraaijvanger Architects)

Apesar de estarem conectadas, as duas fases se diferenciam por meio do décor. Nas novas áreas, a cor e as plantas são os diferenciais, assim como a criação de uma sala secreta e de diversos tipos de espaços.

O projeto, segunda parte de uma obra iniciada em 2016, adicionou mais opções de espaços e muito verde ao Cambridge Innovation Center

 (Divulgação/Kraaijvanger Architects)

O look de urban jungle, apontada por CASA CLAUDIA no começo do ano como tendência, foi uma das prioridades da obra e está diretamente relacionado com a saúde, a sustentabilidade e a inovação.

Veja também
O projeto, segunda parte de uma obra iniciada em 2016, adicionou mais opções de espaços e muito verde ao Cambridge Innovation Center

 (Divulgação/Kraaijvanger Architects)

“As plantas são o elemento chave da sensação da selva urbana. Eles purificam, umidificam o ar e tornam o ambiente de trabalho mais saudável. O toque inovador do verde pode ser visto em todo o escritório, como nos Tubegardens nos corredores, na parede verde e nos Green Fortune Plantchandeliers originais com rega automática na cozinha”, o escritório explica.

O projeto, segunda parte de uma obra iniciada em 2016, adicionou mais opções de espaços e muito verde ao Cambridge Innovation Center

 (Divulgação/Kraaijvanger Architects)

A nova fase do escritório do Cambridge Innovation Center também conta com uma segunda cozinha, uma sala de estar e espaços para atividades tipo maker & hacker.

Veja também: Dicas para ter um urban jungle em casa

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s