Roteiro Arquitetônico: tudo que você precisa conhecer em Ouro Preto

Na cidade cheia de história, selecionamos quatro igrejas tão ornadas quanto as fantasias de Carnaval

Do Rio de Janeiro, vamos para uma cidade cheia de história. Ouro Preto, em Minas Gerais, é patrimônio da humanidade pela Unesco e abriga um belo conjunto de obras do barroco brasileiro. No nosso roteiro pela cidade, selecionamos quatro igrejas tão exuberantes quanto a festa de Carnaval. A gente sabe que vai ser difícil parar para apreciar a arquitetura — ou até fazer uma oração — no meio da folia. Mas, na pior das hipóteses, você pode ler esta matéria e, quando perguntarem da viagem, vai poder discorrer sobre vários pontos turísticos da cidade da inconfidência mineira e, é claro, fingir que conheceu tudo como manda o protocolo. Confira! 

Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar

01a-roteiro-arquitetonico-carnavalesco-segunda-parada-ouro-preto

 (/)

01b-roteiro-arquitetonico-carnavalesco-segunda-parada-ouro-preto

 (/)

Com mais de 400 quilos de ouro espalhados em seu interior, a igreja reúne entalhes das três fases do barroco de Minas Gerais.

Endereço: Praça Monsenhor Castilho Barbosa – Centro Histórico

Igreja São Francisco de Assis

2b- são francisco de assis

 (/)

A igreja faz parte da obra de um dos mais importantes artistas barrocos do Brasil – foi projetada por Aleijadinho, que também é o autor do medalhão da fachada e do lavabo de pedra-sabão da sacristia. A pintura do forro da nave é resultado de um trabalho de mais de dez anos de Mestre Ataíde, que fez ainda os painéis e quadros laterais do altar-mor.

Endereço: Largo de Coimbra – Centro Histórico

Igreja Nossa Senhora do Rosário

03-roteiro-arquitetonico-carnavalesco-segunda-parada-ouro-preto

 (/)

De fachada curva, foi construída por irmandades de negros, a quem a entrada nas igrejas foi proibida durante séculos. A origem do projeto arquitetônico é desconhecida.

Endereço: Largo do Rosário, s/n – Centro Histórico

Igreja Nossa Senhora do Carmo

04-roteiro-arquitetonico-carnavalesco-segunda-parada-ouro-preto

 (/)

Única igreja mineira com painéis de azulejo português, é um dos últimos projetos do arquiteto Manuel Francisco Lisboa. Em estilo rococó, tem a portada, os púlpitos e dois altares laterais assinados por Aleijadinho e pintura do altar-mor de Mestre Ataíde.

Endereço: Rua Brigadeiro Musqueira, s/n – Centro Histórico

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s