Balkrishna Doshi vence o Pritzker 2018

O arquiteto indiano é o 40º vencedor do prêmio, que já reconheceu profissionais como Oscar Neimeyer, Zaha Hadid e Paulo Mendes da Rocha

O arquiteto indiano é o 40º vencedor do prêmio, que já reconheceu profissionais como Oscar Neimeyer, Zaha Hadid e Paulo Mendes da Rocha

 (Courtesy of VSF/Pritzker Prize)

Nascido em Pune, Índia, em 1927, o arquiteto Balkrishna Doshi foi anunciado hoje, 7, como o vencedor do Pritzker Architecture Prize. Especial, a edição de 2018 comemora os 40 anos do prêmio, considerado o Oscar da arquitetura.

O arquiteto indiano é o 40º vencedor do prêmio, que já reconheceu profissionais como Oscar Neimeyer, Zaha Hadid e Paulo Mendes da Rocha Sangath Architect’s Studio.

Sangath Architect’s Studio. (Courtesy of VSF/Pritzker Prize)

Estudante da Sir J.J. School of Architecture Bombay, a mais antiga instituição de arquitetura do país, trabalhou em Londres com Le Corbusier e fundou, em 1978, a Vastushilpa Foundation for Studies and Research in Environmental Design.

O arquiteto indiano é o 40º vencedor do prêmio, que já reconheceu profissionais como Oscar Neimeyer, Zaha Hadid e Paulo Mendes da Rocha Aranya Low Cost Housing.

Aranya Low Cost Housing. (Courtesy of VSF/Pritzker Prize)

Além do Pritzker, do qual já integrou o júri entre 2005 e 2007, Doshi já venceu o Global Award for Lifetime Achievement for Sustainable Architecture (2007), a medalha de ouro da Academy of Architecture of France (1988), a medalha de ouro do Indian Institute of Architects (1988), e é fellow do Royal Institute of British Architects, do Indian Institute of Architects e do American Institute of Architects (honorário). Em 2017, ministrou a palestra anual de arquitetura do Royal Academy of Arts.

O arquiteto indiano é o 40º vencedor do prêmio, que já reconheceu profissionais como Oscar Neimeyer, Zaha Hadid e Paulo Mendes da Rocha Indian Institute of Management, Bangalore.

Indian Institute of Management, Bangalore. (Courtesy of VSF/Pritzker Prize)

“A arquitetura de Doshi explora as relações entre as necessidades fundamentais da vida humana, a conectividade com o ‘eu’ e a cultura e a compreensão das tradições sociais, no contexto de um lugar e ambiente e por meio de uma resposta ao Modernismo. As lembranças da infância, desde os ritmos do clima até o toque dos sinos do templo, informam seus projetos. Ele descreve a arquitetura como uma extensão do corpo, e sua capacidade de abordar a função de forma atenta ao clima, à paisagem e à urbanização é demonstrada por meio da escolha de materiais, dos lugares sobrepostos e da utilização de elementos naturais e harmonizantes”, disse o júri do prêmio em anúncio oficial.

O arquiteto indiano é o 40º vencedor do prêmio, que já reconheceu profissionais como Oscar Neimeyer, Zaha Hadid e Paulo Mendes da Rocha Amdavad Ni Gufa.

Amdavad Ni Gufa. (Courtesy of VSF/Pritzker Prize)

Doshi passa a integrar a lista de profissionais reconhecidos pelo Pritzker, que conta com nomes como Paulo Mendes da Rocha (2006), Zaha Hadid (2004), Oscar Niemeyer (1988), Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta (2017) e Alejandro Aravena (2016).

O arquiteto indiano é o 40º vencedor do prêmio, que já reconheceu profissionais como Oscar Neimeyer, Zaha Hadid e Paulo Mendes da Rocha Aranya Low Cost Housing.

Aranya Low Cost Housing. (Courtesy of VSF/Pritzker Prize)

Este ano também marca a primeira vez que um brasileiro participa do júri: o diplomata carioca André Corrêa do Lago já havia sido anunciado em maio de 2017 – a segunda nova adição é o arquiteto chinês Wang Shu, vencedor do Prêmio em 2012. Eles se uniram aos outros seis jurados: o arquiteto australiano Glenn Murcutt (Pritzker de 2002), presidente do júri; o americano Stephen Breyer, da Suprema Corte dos Estados Unidos; o inglês Lord Palumbo, presidente do Emeritus of the Trustees; o arquiteto londrino Richard Rogers, vencedor do Pritzker de 2007; a arquiteta espanhola Benedetta Tagliabue, diretora do EMBT Miralles Tagliabue; e o indiano Ratan N. Tata, presidente do Emeritus of Tata Sons.

A cerimônia de premiação do Pritzker 2018 deve acontecer em maio.

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s