BIG projeta escola para WeWork em Nova York

A primeira unidade do WeGrow deve abrir em agosto do ano que vem para crianças de três a nove anos

Intitulado WeGrow, o projeto tem um foco especial no desenvolvimento dos alunos e quer redesenhar as salas de aula e os espaços comuns tradicionais.

 (Divulgação/Bjarke Ingels Group (BIG))

Envolvido em mais um projeto em Nova York, o BIG, do arquiteto dinamarquês Bjarke Ingels, está projetando a primeira escola da marca WeWork, que possui diversos coworkings espalhados pelo mundo.

Intitulado WeGrow, o projeto tem um foco especial no desenvolvimento dos alunos e quer redesenhar as salas de aula e os espaços comuns tradicionais.

O objetivo é criar espaços inclusivos, colaborativos e divertidos, mas também familiares, transparentes e estruturados.

 (Divulgação/Bjarke Ingels Group (BIG))

“O design da BIG para a WeGrow procura desfazer a compartimentação muitas vezes encontrada nos ambientes escolares tradicionais e reforça o significado de envolver as crianças em um ambiente interativo. Como tal, o design parte da premissa de um universo escolar ao nível da criança: um campo de objetos superelípticos forma uma paisagem de aprendizado que é densa e racional, ainda que livre e fluida”, explica o escritório.

Elementos como salas de aula modulares, casas na árvore e fazenda vertical serão incorporados no projeto, que contará com nuvens acústicas, materiais naturais e cores neutras – tudo para proporcionar um ambiente tranquilo para o estudo.

 (Divulgação/Bjarke Ingels Group (BIG))

O objetivo é criar espaços inclusivos, colaborativos e divertidos, mas também familiares, transparentes e estruturados. Elementos como salas de aula modulares, casas na árvore e fazenda vertical serão incorporados no projeto, que contará com nuvens acústicas, materiais naturais e cores neutras – tudo para proporcionar um ambiente tranquilo para o estudo.

Elementos como salas de aula modulares, casas na árvore e fazenda vertical serão incorporados no projeto, que contará com nuvens acústicas, materiais naturais e cores neutras – tudo para proporcionar um ambiente tranquilo para o estudo.

 (Divulgação/Bjarke Ingels Group (BIG))

“Esperamos reimaginar a própria ideia de uma sala de aula à medida que as crianças da escola primária começam a identificar seus chamados e a aprender com funcionários e membros que já vivem esse sonho. Os currículos escolares serão criados em torno de culturas e ambientes locais significativos para que a aprendizagem possa ser prática e experiencial”, conta o WeWork.

Ainda em planejamento, a primeira unidade deve abrir em agosto e começará com crianças de três a nove anos – outras idades serão adicionadas em 2019.

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s