David Chipperfield projeta o prédio mais alto de Hamburgo

A proposta foi selecionada em uma competição e servirá de contraponto para o Elbphilharmonie, sala de concertos de Herzog & de Meuron

A proposta foi selecionada em uma competição e servirá de contraponto para o Elbphilharmonie, sala de concertos de Herzog & de Meuron

 (Divulgação/David Chipperfield Architects)

Totalizando 230 metros de altura, a Elbtower deve se tornar o prédio mais alto de Hamburgo, na Alemanha. Com projeto do escritório David Chipperfield Architects, o arranha-céu será de uso misto e foi selecionado em uma competição.

A proposta foi selecionada em uma competição e servirá de contraponto para o Elbphilharmonie, sala de concertos de Herzog & de Meuron

 (Divulgação/David Chipperfield Architects)

Revestida por uma tela delicada de peças de alumínio curvadas de cor clara, a fachada funcionará como proteção solar e causará um jogo de luzes durante o dia. De noite, o conceito de iluminação do Studio Other Spaces transformará a torre em uma escultura de luz cinética.

A proposta foi selecionada em uma competição e servirá de contraponto para o Elbphilharmonie, sala de concertos de Herzog & de Meuron

 (Divulgação/David Chipperfield Architects)

O projeto será situado no mesmo local onde foi construído o Elbphilharmonie de Herzog & de Meuron e deve servir de contraponto para a sala de concertos, um dos ícones da cidade.

A proposta foi selecionada em uma competição e servirá de contraponto para o Elbphilharmonie, sala de concertos de Herzog & de Meuron

 (Divulgação/David Chipperfield Architects)

No térreo, um pódio se abrirá para a cidade e terá conexões com a estação de trem e metrô, ao leste, a com a ponte para ciclistas, ao norte. As entradas convergirão para criar um pátio interno.

A proposta foi selecionada em uma competição e servirá de contraponto para o Elbphilharmonie, sala de concertos de Herzog & de Meuron

 (Divulgação/David Chipperfield Architects)

Na Elbtower, os pavimentos mais baixos contarão com espaços públicos como bar, hotel, restaurante, lojas e área de exposições. A maior parte da torre será composta por escritórios.

Veja também: Uma casa atemporal

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s