Frida Escobedo assina o Serpentine Pavilion 2018

A arquiteta mexicana será a mais nova profissional a assinar a estrutura, que ficará no Kensington Gardens de 15 de junho a 7 de outubro

A arquiteta mexicana será a mais nova profissional a assinar a estrutura, que ficará no Kensington Gardens de 15 de junho a 7 de outubro

 (Iwan Baan/Serpentine Galleries)

Depois do BIG, em 2016, e de Diébédo Francis Kéré, em 2017, Frida Escobedo foi selecionada para projetar o Serpentine Pavilion deste ano, que ficará exposto no Kensington Gardens, em Londres, de 15 de junho a 7 de outubro.

A arquiteta mexicana será a mais nova profissional a assinar a estrutura, que ficará no Kensington Gardens de 15 de junho a 7 de outubro

 (Iwan Baan/Serpentine Galleries)

O pavilhão serve de plataforma para o Park Nights, calendário cultural do Serpentine Galleries, e é assinado por um arquiteto convidado desde 2000. A mexicana é a 18ª profissional a participar do evento, é a mais nova de todos os participantes, e é a primeira mulher a desenhar a estrutura sozinha desde a iraniana Zaha Hadid (1950-2016), que assinou a primeira edição da estrutura, em 2000.

A arquiteta mexicana será a mais nova profissional a assinar a estrutura, que ficará no Kensington Gardens de 15 de junho a 7 de outubro

 (Iwan Baan/Serpentine Galleries)

“O design do Serpentine Pavilion 2018 é um encontro de inspirações materiais e históricas inseparáveis da própria cidade de Londres e uma ideia que tem sido central para a nossa prática desde o início: a expressão do tempo na arquitetura através do uso inventivo de materiais cotidianos e formas simples. Para o Pavilhão, adicionamos os materiais de luz e sombra, reflexão e refração, transformando o edifício em um relógio que marca a passagem do dia”, Frida contou.

A arquiteta mexicana será a mais nova profissional a assinar a estrutura, que ficará no Kensington Gardens de 15 de junho a 7 de outubro

 (Iwan Baan/Serpentine Galleries)

A estrutura que criou forma um pátio interno com espelho d’água. Todas vazadas, as laterais foram construídas com materiais britânicos e com uma sobreposição de telhas de cimento.

“Aproveitando uma interação sutil de luz, água e geometria, seu design atmosférico baseado no pátio tira inspiração tanto da arquitetura mexicana quanto dos materiais e história britânicos, especificamente a linha Prime Meridian no Royal Observatory de Londres em Greenwich”, conta o anúncio oficial.

A arquiteta mexicana será a mais nova profissional a assinar a estrutura, que ficará no Kensington Gardens de 15 de junho a 7 de outubro

 (Iwan Baan/Serpentine Galleries)

Tradicional, o Serpentine Pavilion já foi assinado por profissionais e escritórios como Oscar Niemeyer, Bjarke Ingels Group, Frank Gehry, e Jean Nouvel. Confira todas as edições do pavilhão na galeria abaixo:

Confira mais detalhes nos vídeos abaixo:

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s