Pavilhão Brasil: os projetos brasileiros na Bienal de Veneza

A 16ª edição do evento acontecerá na cidade italiana de 26 de maio a 25 de novembro – confira as propostas selecionadas!

A 16ª edição do evento acontecerá na cidade italiana de 26 de maio a 25 de novembro – confira as propostas selecionadas! Moradias Infantis.

Moradias Infantis. (Divulgação/Rosenbaum)

Colocando a arquitetura brasileira em evidência em um dos mais importantes eventos da área, o Pavilhão Brasil da Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza será composto por 14 projetos.

A 16ª edição do evento acontecerá na cidade italiana de 26 de maio a 25 de novembro – confira as propostas selecionadas! Edifício Amata.

Edifício Amata. (Divulgação/Triptyque Architecture)

Um dos destaques é a apresentação de dois projetos concebidos em madeira, apresentados na mostra Muros de Ar. O Edíficio Amata, de Triptyque Architecture em São Paulo, será o primeiro edifício brasileiro de madeira em altura e deve ser inaugurado em 2020. Já Moradias Infantis, de Rosenbaum e Aleph Zero no Tocantins, é um dormitório infantil para as crianças do projeto Escola da Fazenda Canuanã e fica na zona rural de Formoso do Araguaia.

A 16ª edição do evento acontecerá na cidade italiana de 26 de maio a 25 de novembro – confira as propostas selecionadas! Moradias Infantis.

Moradias Infantis. (Divulgação/Rosenbaum)

Também participarão:

  • Boulevard da Liberdade, de Corsi Hirano Arquitetos em São Paulo
  • De onde não se vê quando se está (MAC), de Pedro Varella e Gru.a Arquitetos em Niterói, RJ
  • Do Plano ao Projeto: SESC Parque Dom Pedro II, de Una Arquitetos com plano Urbanístico desenvolvido por Laboratório de Urbanismo da Metrópole – LUME da FAUUSP, Una Arquitetos, H+F Arquitetos e Metrópole Arquitetos em São Paulo
  • Escola sem Muros: Centro Cultural Jardim Damasceno, de Tomaz Lotufo em São Paulo
  • Farol da Maré, de Pedro Évora no Rio de Janeiro
  • Instituto Brincante, de Bernardes Arquitetura em São Paulo
  • Habitação estudantil UNIFESP, Campus Osasco, de H+F Arquitetos em Osasco, SP
  • Parque Novo Santo Amaro V, de Vigliecca & Associados em São Paulo
  • Orla Marítima de Ilha Comprida, de Boldarini Arquitetos em Ilha Comprida, SP
  • Pirajussara 5, de Libeskindllovet Arquitetos e Jansana, de la Villa, de Paauw, Arquitectes em São Paulo
  • Praça Infantil, de Studio MK27 em São Paulo
  • Projeto Centro Aberto, de SP Urbanismo em São Paulo
  • Sesc Ribeirão Preto, de SIAA + HASAA em Ribeirão Preto, SP
  • Terreiro Oxumaré, de Brasil Arquitetura em Salvador, BA
  • Travessias, de Sauermartins + Metropolitano Arquitetos em Belo Horizonte, BH

 

Com curadoria assinada por Yvonne Farrell e Shelley McNamara, a 16ª edição da Bienal de Veneza tem Freespace como tema e acontecerá de 26 de maio e 25 de novembro de 2018.

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s