Projeto de Barozzi Veiga é imortalizado em Blade Runner 2049

O desenho do escritório italiano foi utilizado como um dos cenários para o filme futurista, lançado nos cinemas do mundo todo no dia 5 de outubro

 (Reprodução/ArchDaily)

Dá pra acreditar que um projeto para um museu de história, feito por um escritório italiano em 2010, virou cenário de um dos filmes com tema futurista mais icônicos do mundo? Foi exatamente o que aconteceu com esse ambiente do Estudio Barozzi Veiga, que agora faz parte de uma das principais cenas de Blade Runner 2049, uma sequência há muito esperada do Blade Runner de 1982.

No dia 5 de outubro Blade Runner 2049 finalmente saiu em cartaz nos cinemas do mundo todo. O primeiro filme da saga se tornou referência visual e artística para a maioria dos projetos de futuros distópicos, sendo pioneiro no subgênero de ficção científica cyberpunk, com enfoque na alta tecnologia e baixa qualidade de vida. Os cenários do filme Blade Runner 2049 seguem a linha futurista e sombria do primeiro filme, mas pensados na evolução tecnológica e sociopolítica de um futuro ainda mais distante.

 (Divulgação/Blade Runner Movie)

No dia 6, Peter Popken, um dos diretores de arte da sequência, postou no twitter fotos de um dos cenários, o escritório do vilão Niander Wallace. A sala é ampla e possui linhas simples. O que chama a atenção é uma grande abertura no teto, que permite a entrada de luz natural numa parte do ambiente, garantindo a estética dramática e de alto contraste presente em todo o filme. Usuários da rede social questionaram a semelhança entre o cenário e um projeto feito pelo escritório de arquitetura Estudio Barozzi Veiga em 2010 para o Museu Neanderthal em Piloña, na Espanha, que, no entanto, nunca saiu do papel.

De qualquer forma, não era plágio, foi tudo legal: a produção de Blade Runner 2049 ligou para o escritório italiano para pedir os direitos. Fazia anos que os próprios arquitetos já nem pensavam no projeto, e acreditavam que nada mais seria feito com ele.

 (@klaustoon/Twitter)

Em entrevista ao ArchDaily, Veiga contou que foi uma ótima surpresa ver seu desenho no trailer: “É fantástico! É bom saber que os projetos que você desenha, mas não são colocados em prática, podem ter outros fins. Nunca imaginaríamos que nosso projeto fosse imortalizado em Blade Runner!”

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s