Tadao Ando assina primeiro projeto em NY

O prédio residencial 152 Elizabeth Street terá fachada envidraçada e sete apartamentos em sete andares

Com sete apartamentos em sete andares, o prédio 152 Elizabeth Street fica próximo doas regiões de SoHo, Chinatown, Nolita e Bowery.

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

Vencedor do Pritzker de 1995, Tadao Ando assina seu primeiro projeto em Nova York.

Com sete apartamentos em sete andares, o prédio 152 Elizabeth Street fica próximo doas regiões de SoHo, Chinatown, Nolita e Bowery.

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

Com sete apartamentos em sete andares, o prédio 152 Elizabeth Street fica próximo doas regiões de SoHo, Chinatown, Nolita e Bowery.

Com sete apartamentos em sete andares, o prédio 152 Elizabeth Street fica próximo doas regiões de SoHo, Chinatown, Nolita e Bowery.

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

O objetivo do residencial é abraçar a cidade e simultaneamente criar um refúgio urbano.

Uma das prioridades do projeto é a natureza, que aparece em elementos como espelhos d’água e uma parede verde de 16 metros de altura.

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

“Uma casa tem que ser um lugar onde você possa refletir sobre sua vida. Este projeto é sobre isso. Quando você chega em casa, 152 Elizabeth deve dar uma sensação silenciosa. Eu tenho que fazer algo que toque os corações humanos e deixa um sentimento dentro deles”, o arquiteto japonês disse.

No décor, o trabalho de Michael Gabellini tem foco em um design atemporal

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

No prédio, concreto, ferro e vidro formam uma estrutura moderna. No décor, o trabalho de Michael Gabellini tem foco em um design atemporal que será mantido apesar da mudança dos donos.

No décor, o trabalho de Michael Gabellini tem foco em um design atemporal

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

O arquiteto de interiores também se concentrou em quatro elementos principais: luz, ar, som e água.

No décor, o trabalho de Michael Gabellini tem foco em um design atemporal

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

“Eu considero o prédio como uma composição de opostos complementares. Os principais elementos de Ando – luz e água – foram colocados em camadas com dois elementos adicionais: ar e som. Esses atributos espaciais ambientais – luz, ar, som e água – criam o quadro para esses retratos que são espaços individuais“, conta.

No décor, o trabalho de Michael Gabellini tem foco em um design atemporal

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

Nos apartamentos, painéis de vidro permitem a livre entrada de luz, além de ampliar a vista da cidade. Iluminação artificial será usada no projeto, mas para equilibrar e ocasionalmente simular a natural.

No décor, o trabalho de Michael Gabellini tem foco em um design atemporal

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

A isolamento acústico foi uma das prioridades no 152 Elizabeth Street, que receberá vidro exterior com qualidade de aeroporto e áreas revestidas com madeira.

No décor, o trabalho de Michael Gabellini tem foco em um design atemporal

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

Outra delas é a natureza, que aparece em elementos como espelhos d’água e uma parede verde de 16 metros de altura.

No décor, o trabalho de Michael Gabellini tem foco em um design atemporal

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

Confira mais imagens abaixo:

No décor, o trabalho de Michael Gabellini tem foco em um design atemporal

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

No décor, o trabalho de Michael Gabellini tem foco em um design atemporal

 (Divulgação/152 Elizabeth Street)

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.