Tadao Ando envelopa estátua do Buda com arbustos de lavanda

O arquiteto renomado melhorou a aparência de um monumento criado em um cemitério há quinze anos.

O arquiteto Tadao Ando, que já levou um Prêmio Pritzker (conhecido como o “Oscar da arquitetura”), criou um monumento impressionante no norte do Japão: um templo feito de lavandas, para envelopar a estátua do Buda, no cemitério Makomanai Takino, em Sapporo.

Leia mais: Faça uma viagem pela arquitetura contemporânea do Japão

tadao-ando-estatua-buda

 (Tadao Ando Architect & Associates/Divulgação)

A escultura aguardou a intervenção poética por 15 anos, e teve um motivo importante: depois de erguer a estátua, o cliente que fez a encomenda arquitetônica percebeu que, na verdade, ela ficava muito sozinha, que estava fora de escala, e que isso causava uma sensação estranha nos visitantes. Afinal, quem vai visitar os túmulos ou dar adeus aos seus entes queridos merece encontrar um pouco de paz e aconchego — ao contrário de se assustar com uma construção gigantesca solitária.

“O objetivo desse projeto era criar uma câmara de preces, o que melhoraria a atratividade de um Buda de pedra esculpido há 15 anos”, descreveu Ando em um texto para a revista Domus.

tadao-ando-estatua-buda

 (Tadao Ando Architect & Associates/Divulgação)

“Nós chamamos essa ideia de ‘o Buda com a cabeça de fora.’ Sob as montanhas, existe um túnel de aproximadamente 40 metros, e uma rotunda abraça a estátua”, descreveu.

tadao-ando-estatua-buda

 (Tadao Ando Architect & Associates/Divulgação)

Foi assim que Ando entrou em cena e criou uma estrutura repleta de serenidade para o lugar. O resultado é magnífico: uma estátua envolta por tons verdes e roxos no verão, e verde e branco no inverno, quando os 150.000 arbustos ficam repletos de neve. Agora, o Buda também é acessível: os visitantes podem se aproximar do Buda da estátua através de uma passagem circular.

tadao-ando-estatua-buda

 (Tadao Ando Architect & Associates/Divulgação)

“A intenção era criar um espaço vívido, que começava desde o túnel, para melhorar a vista da estátua, que fica invisível de fora. Quando entram no hall do espaço, os visitantes observam o Buda, e sua cabeça fica envolta por um halo formado pelo céu”, finalizou o arquiteto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s