Instalação em Nova York reage à presença dos visitantes

Lumen ficará exposta no MoMA PS1, do Museu de Arte Moderna de Nova York, até 4 de setembro

 (Pablo Enriquez/Jenny Sabin Studio)

Vencedor do PS1 Young Architects Program 2017, Lumen é um projeto interativo e complexo idealizado por Jenny Sabin, arquiteta à frente do estúdio de arquitetura experimental que leva seu nome.

 (Pablo Enriquez/Jenny Sabin Studio)

A instalação, exposta no MoMA PS1, do Museu de Arte Moderna de Nova York, é uma estrutura social e ambientalmente responsiva que se adapta às densidades de corpos, calor e incidência solar por meio de um tecido de malha leve de estruturas tubulares sensíveis e um dossel de componentes celulares.

 (Pablo Enriquez/Jenny Sabin Studio)

“Durante o dia, ela oferece um escape do calor do verão, imergindo os participantes em deliciosas nuvens de névoa refrescante. De noite, Lumen é luz costurada, banhando os visitantes em um brilho responsivo de fotoluminescência”, Sabin conta em sua página oficial.

 (Pablo Enriquez/Jenny Sabin Studio)

No projeto, ideias e teorias de biologia, ciência dos materiais, matemática e engenharia foram aplicadas.

 (Pablo Enriquez/Jenny Sabin Studio)

“Lumen integra materiais e arquitetura adaptáveis onde código, padrão, interação humana, ambiente, geometria e matéria operam juntos como um espaço de design conceitual”, a profissional explica.

 (Pablo Enriquez/Jenny Sabin Studio)

A ideia é oferecer um espaço de descanso, troca e engajamento com um sistema de névoa que reage à presença dos visitantes.

 (Pablo Enriquez/Jenny Sabin Studio)

“Lumen é uma forma feminina que oferece interioridades luminosas, redes informais, tecidos sociais e montagens fibrosas que são flexíveis, transformáveis e divertidas”, Sabin conclui.

 (Pablo Enriquez/Jenny Sabin Studio)

A instalação fica exposta a partir de amanhã, 29, até 4 de setembro.

 (Pablo Enriquez/Jenny Sabin Studio)

Confira mais detalhes no vídeo abaixo:

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.