Instituto Tomie Ohtake exalta obras de artistas brasileiras

A exposição “Invenções da Mulher Moderna, Para Além de Anita e Tarsila” apresenta a trajetória de mulheres que desafiaram as convenções de suas épocas

A nova mostra organizada pelo Instituto Tomie Ohtake sob a curadoria de Paulo Herkenhoff coloca em destaque a produção e a trajetória de diversas mulheres que desafiaram convenções e limites de suas épocas, nos séculos XIX e XX no Brasil, seja no campo estético ou social.

Antonieta Santos Feio Seringal, c 1940, Aquarela- guache, 45 x 38 cm, Acervo Flavio e Mirtes Nassar

Antonieta Santos Feio Seringal, c 1940, Aquarela- guache, 45 x 38 cm, Acervo Flavio e Mirtes Nassar (Divulgação/Instituto Tomie Ohtake)

A exposição “Invenções da Mulher Moderna, Para Além de Anita e Tarsila” é resultado de uma extensa pesquisa que o curador Paulo Herkenhoff desenvolve há décadas, alimentada pela contínua reflexão sobre a obra de diversas mulheres artistas brasileiras.

Antonieta Santos Feio, Vendedora de cheiro, 1947, Oleo sobre tela, 105 x 74 cm, Acervo Museu de Arte de Belem

Antonieta Santos Feio, Vendedora de cheiro, 1947, Oleo sobre tela, 105 x 74 cm, Acervo Museu de Arte de Belem (Divulgação/Instituto Tomie Ohtake)

A mostra conta com 240 itens entre obras, fotos e documentos, e tem como referência dois pilares do modernismo no Brasil: Anita Malfatti e Tarsila do Amaral. Apesar de tê-las como referência, a maior parte das obras e das narrativas presentes na exposição vai mais longe e apresenta mulheres que são em sua maioria desconhecidas do grande público. São personagens que complementam e transformam a história da cultura e da arte no país.

Georgina de Albuquerque, Autorretrato, 1904, Óleo sobre tela, Museu Nacional de Belas Artes

Georgina de Albuquerque, Autorretrato, 1904, Óleo sobre tela, Museu Nacional de Belas Artes (Cesar Barreto/Instituto Tomie Ohtake)

As invenções, como sugere o título, dizem respeito às criações dessas mulheres e também à construção da imagem da mulher que foi sendo aberta e lapidada ao longo dos séculos XIX e XX. Além de seu pioneirismo, essas personagens têm em comum o enfrentamento de tensões e conflitos de diversas ordens.

Nicolina Vaz de Assis, Bastiana, 1941, Bronze fundido, 38 x 18 x 18 cm, Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro

Nicolina Vaz de Assis, Bastiana, 1941, Bronze fundido, 38 x 18 x 18 cm, Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro (Divulgação/Instituto Tomie Ohtake)

Aparecem na mostra nomes como: Eufrásia Teixeira Leite (1850 – 1930), intelectual que libertou seus escravos, relacionou-se com Joaquim Nabuco e ficou conhecida por seus atos de filantropia; Abigail de Andrade (1864 – 1890, França) que, segundo o curador, foi uma das primeiras a executar no Brasil as chamadas pinturas de gênero, pautadas nas cenas cotidianas de interiores domésticos; Nicolina Vaz de Assis (1874, SP – 1941, RJ), que na cidade de São Paulo tem uma de suas mais conhecidas esculturas, a Fonte Monumental na Praça Julio de Mesquita (1927); Maria Martins (1894, MG – 1973, RJ) e Lygia Clark

Invenção da Mulher Moderna, Para Além de Anita e Tarsila

Quando: de 13 de junho a 20 de agosto de 2017, de terça a domingo, das 11h às 20h

Onde: Instituto Tomie Ohtake (Rua Coropés, 88, Pinheiros, São Paulo/SP)

Entrada franca

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s