4 passos para criar um refúgio pacífico em casa

Introvertida ou não, qualquer pessoa pode tirar proveito de um cantinho silencioso e aconchegante, perfeito para ler, pensar e até trabalhar

01-4-passos-para-criar-um-refugio-pacifico-em-casa

 (Reprodução/Kate Marker Interiors/Decorpad)

Você se identifica como introvertida ou tímida? Se a resposta for sim, esta matéria foi feita para você. Se não, leia mesmo assim – todos os tipos de moradores podem tirar proveito de um cantinho pacífico, silencioso e aconchegante que serve como refúgio para ler, pensar, recarregar as energias e até trabalhar. Confira, abaixo, as dicas que a escritora Erin Vaughan, do site Quiet Revolution, que tem o objetivo de empoderar os introvertidos, compartilhou com o Huffington Post:

1. O relacionamento com a casa

02-4-passos-para-criar-um-refugio-pacifico-em-casa

 (Reprodução/Laura U Interior Design/Decorpad)

Para Vaughan, o primeiro passo para criar um refúgio pacífico é trabalhar no nosso relacionamento com a casa, tomando um maior cuidado com os itens que colocamos dentro dela e como passamos o nosso tempo ali. Um espaço para relaxar é ótimo para quem tem dias cansativos ou simplesmente gosta de desligar do mundo exterior por um momento antes de seguir com as atividades. Para isso, é essencial que esse espaço (e que a sua casa) não seja desconfortável, bagunçada ou barulhenta.

2. Poluição sonora

03-4-passos-para-criar-um-refugio-pacifico-em-casa

 (Reprodução/Andrew Howard Interior Design/Decorpad)

Ter um canto pacífico não significa precisar de um ambiente inteiro – o seu refúgio pode ser a sua poltrona favorita no quarto, uma almofada no chão do home office ou onde você se sentir confortável e acolhida. Escolheu o espaço? Ótimo. Agora fique ali por um momento em silêncio, desligue todos os eletrônicos e ouça. Segundo Vaughan, é importante notar os barulhos da casa – eles podem (e vão) te impedir de se concentrar e realmente relaxar. Conserte o que precisa de reparo e troque o que precisa ser trocado – a poluição sonora não é a sua amiga! Se o problema forem os vizinhos ou com as pessoas que moram com você, considere investir em isolantes sonoros.

3. Organização e estilo

04-4-passos-para-criar-um-refugio-pacifico-em-casa

 (Reprodução/Kapito Muller Interior/Decorpad)

Você já imaginava que iríamos tocar neste ponto: um ambiente bagunçado e cheio de itens não combina com a intenção de relaxamento e desligamento. Busque inspiração no estilo minimalista, mas não precisa ir ao extremo e deixar o ambiente sem nada. “Ter móveis e decorações que me lembram que estou confortável e segura é essencial. (…) Superfícies limpas e espaços não aglomerados são vencedores estratégicos”, a escritora explica. Prefira um mobiliário encostado em cantos, assim como um espaço suave com superfícies arredondadas.

4. Detalhes finais

05-4-passos-para-criar-um-refugio-pacifico-em-casa

 (Reprodução/Anne Hepfer Designs/Decorpad)

A decoração é sempre muito pessoal – quando se trata de cantinhos pacíficos não é diferente. Aposte em cores, objetos e itens que tragam conforto, relaxamento e boas lembranças. Use o mesmo pensamento na escolha da iluminação. “Uma área que sugere pelo menos um sentimento de isolamento é fundamental”, Vaughan finaliza.

banner_goto

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s