O lado prático do design

Coisas incríveis acontecem quando um designer de talento se dedica a resolver problemas simples do cotidiano

 (Divulgação/Lumini)

Alguns dos acessórios mais bacanas para a casa surgiram quando seus criadores decidiram dar um tempo das poltronas superconfortáveis e cadeiras esculturais para tirar do papel um objeto à primeira vista banal, mas capaz de causar surpresa por seu lado prático e engenhoso. Foi assim que os franceses Ronan e Erwan Bouroullec, astros das grifes mais badaladas do design, autores da já clássica Slow Chair (Vitra), projetaram um kit DIY para instalar cortinas prontas em qualquer tamanho de janela. Com um suporte que pode ser fixado no teto ou na parede, uma corda tensionada que faz o papel de varão, pregadores e um pedaço de tecido, que você mesmo corta para ajustar na largura e na altura, nasceu a Ready Made Curtain, da linha de acessórios da empresa holandesa Kvadrat.

O raciocínio de resolver um problema real também está por trás da luminária Led It Be, do designer paulistano Fernando Prado. Imagine que você goste de ler na cama. Acabou de começar um livro daqueles impossíveis de largar e quer avançar na leitura madrugada adentro. Mas a criatura que dorme ao seu lado precisa acordar cedo no dia seguinte e vai reclamar da luz acesa. A Led It Be tira partido da luz focada do LED: você consegue iluminar apenas a página do livro. Nas palavras do próprio Fernando, uma criação “que salva casamentos”.

Ainda no universo dos acessórios, temos até um clássico do encontro entre design e praticidade: o Uten.Silo, projetado pela designer alemã Dorothee Becker em 1969 e fabricado com plástico injetado pela Vitra. Mais recentemente, a italiana Kartell uniu sua expertise em peças de acrílico com a suíça Laufen. Surgiu assim uma série de suportes para banheiros que viraram desejo de consumo. Vamos ver as fotos?

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.