O banco Mocho e o criador do móvel moderno brasileiro

Simplicidade, tradição e cultura nacional são algumas das palavras que descrevem a história da primeira peça desenhada por Sergio Rodrigues

O ano é 1954. O jovem designer, em seus 27 anos de idade, nem sequer imaginava que aquele banquinho, batizado de Mocho, seria o princípio de uma carreira ilustre de sucesso, repleta de triunfos e conquistas. Pode até parecer simples, mas a primeira peça desenhada por Sergio Rodrigues significou muito para a construção da identidade do design brasileiro. Nos anos 1950, predominavam características europeias nas peças nacionais, e ele foi o primeiro a explorar a memória e o espírito do povo do Brasil, transformando essas ideias em móveis atemporais.

A inspiração veio dos bancos de um pé só, utilizados para ordenhar vacas nas fazendas do interior. A imagem de um jovem mulher tirando leite sentada naquele banquinho intrigava Sergio nas visitas que fez a fazendas durante a primeira infância. Essa ideia perdurou até a idade adulta, quando concebeu com uma simplicidade única, a estrutura em madeira de lei maciça, com assento e pés esculpidos em uma única peça.

– (Divulgação/Instituto Sergio Rodrigues)

Elegante e ao mesmo tempo cômico, o banquinho vem munido de uma alça. Assim, é possível levar o Mocho na mão por aí. Tão descomplicado e espirituoso, o acessório foi a primeira ferramente utilizada por Sergio para fazer história. A primeira peça com a verdadeira cara do Brasil.

Em 2014, em comemoração aos seus 60 anos, o Mocho foi relançado em uma edição limitada especial. Foram 60 peças numeradas e assinadas pelo designer apenas um mês antes de sua morte. Do resgate de uma lembrança da infância até o reconhecimento internacional, o banco representa a início e o encerramento da carreira do pai do design de mobiliário brasileiro. Apaixonado por seu ofício, ele continuou trabalhando até seu último dia.

– (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s