Um novo olhar

Paloma Danemberg entra no ritmo do garimpo atrás de peças antigas para o seu ad.studio

Paloma e Arnaldo Danemberg

 (Divulgação/Arnaldo Danemberg Antiquário)

Depois de algumas viagens acompanhando meu pai, já como Gerente Geral da empresa, fiz neste ano, 2018, uma que ficará para sempre na minha memória. A primeira viagem oficial como garimpeira, representando meu projeto chamado ad.studio, resultado do desejo de me ver representada no Antiquário. E, assim, dialogar com gente que, como eu, ama o passado e quer vê-lo no presente! Com um novo olhar, representado de uma forma leve, contemporânea. Valorizar a história e a memória por trás dos objetos e dar um novo significado a eles. Trabalhar com alma. Por tudo isso, essa viagem me fez refletir e, principalmente, escutar e mudar de opinião algumas vezes até fazer minhas escolhas. Sempre, claro, com o aval de quem melhor entende: meu pai! Estávamos nós, meu pai e eu, em busca da alma do ad.studio.

Arnaldo e Paloma Danemberg

 (Divulgação/Arnaldo Danemberg Antiquário)

Ao todo, foram mais de 40 horas de estrada, dez cidades percorridas, de Tom Jobim a Joe Dassin no som e ótimas histórias para contar… Posso afirmar que mais que uma viagem de garimpo, foi uma catarse. Caixas, baús, escadas, bancos, cadeiras… um mundo de móveis e objetos estava diante de mim. Encontrar, analisar, identificar se eram verdadeiros, de boa madeira, de época e não de estilo, uma tarefa árdua quando é feita diante de centenas de pessoas. Por vezes, a dificuldade para identificar as peças faz com que desistamos delas. Por isso, não há tempo a perder. Esse trabalho requer agilidade e frieza para também saber a hora de não comprar. E uma vez que chegam no Brasil, são restaurados e colocados à venda, bate a alegria de ver que uma escolha ganhou uma nova vida, novo significado e um novo país para morar.

Arnaldo e Paloma Danemberg

 (Divulgação/Arnaldo Danemberg Antiquário)

Veja também

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.