O móvel da preguiça

Descubra os diferentes tipos de espreguiçadeiras, peça que ganhou espaço a partir do século 19

Espreguiçadeira em projeto de Dado Castello Branco Poltrona/espreguiçadeira francesa Maurice, anos 1920, ambientada pelo arquiteto Dado Castello Branco em uma varanda de fazenda paulistana.

Poltrona/espreguiçadeira francesa Maurice, anos 1920, ambientada pelo arquiteto Dado Castello Branco em uma varanda de fazenda paulistana. (Divulgação/Arnaldo Danemberg Antiquário)

Cada móvel atende a uma necessidade, reflete e traduz costumes. Os de repouso não fogem à regra. Sejam para usar à noite, como as camas e as redes indígenas, ou de dia, nesse caso preguiçeiros, camilhas (bem século 18) e redes. Nestes últimos, incluímos a espreguiçadeira ou, como gosto de chamar, o móvel da preguiça. É ela que oferece descanso em varandas, em livings, no campo, na praia ou até mesmo no deque de um navio.

A partir do século 19, a espreguiçadeira ganha espaço na decoração, acompanhando os estilos em voga. Algumas estofadas, outras em palha vegetal vindas da Índia (um elemento de decoração muito usado sobretudo a partir do século 19) e muitas em fibras e em diferentes madeiras.

A espreguiçadeira faz parte do nosso conforto, do nosso momento de reflexão, do nosso veraneio. Que tal relaxar conhecendo alguns modelos desse móvel? Bom descanso!

Veja também

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

  1. Novo Shopping – Descubra fabricantes, designers independentes e empreendedores criativos de todos os lugares, tudo em um só lugar. https://artesanei.com.br