A arte popular na casa de praia de Arthur Casas

No refúgio de praia do arquiteto Arthur Casas, peças de mestres artesãos entram em harmonia com as linhas ultracontemporâneas da arquitetura.

Desenho limpo, linhas retas e grandes aberturas se combinam na obra de Arthur Casas, reconhecido, aqui e no exterior, como um dos mais importantes arquitetos do país. Livre de preconceitos, Arthur se emociona com o que há de mais genuíno na arte popular do Brasil. “Enquanto a arquitetura se vale da tecnologia, a arte popular faz o oposto. Esse contraste cria uma conversa interessante. Busco objetos com apuro estético e uma linguagem singular. Aí está o meu critério”, conta. Foram a pureza e a expressividadeque o encantaram nas cadeiras de Fernando Rodrigues dos Santos (1928-2009), artesão da Ilha do Ferro, em Alagoas. “O equilíbrio das peças e o jeito de travar as madeiras chamaram a minha atenção”, diz. Uma delas dialoga com o banco do modernista Sergio Rodrigues. Além de móveis, seu Fernando produzia esculturas, como a galinha aproveitando as formas orgânicas de raízes e troncos.

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s