Casa de praia feita para curtir em família

Moradias de pescadores serviram de modelo para esta casinha, erguida em 1981, em São Sebastião, litoral de São Paulo, pelos pais dos arquitetos Caio e Beatriz Andreazza.

Há 30 anos, os pais dos arquitetos Caio e Beatriz Andreazza se encantaram com a paisagem que cerca o terreno de mil m², abraçado pela mata Atlântica e de onde se avista o canal de São Sebastião e Ilhabela. Ao observar a simplicidade das casas de pescadores do lugar, que têm piso de tijolos, telhas de barro e venezianas, o casal decidiu erguer um refúgio com esse mesmo espírito.

Em 90 m², o espaço reúne duas suítes, sala, cozinha e varanda. Um bangalô separado acomoda os hóspedes. “Na época, meus pais contrataram um empreiteiro local e usaram materiais da região”, conta Caio. As transformações na construção foram acontecendo conforme o uso dos espaços mudou. Quando a cozinha-balcão ficou pequena para acolher todos (além de Caio e Beatriz, há a irmã do meio, Gilda), ergueu-se um anexo de 15 m². “Passamos horas em volta da mesa”, diz Caio. Eliminada a antiga cozinha, a sala foi ampliada, e a tarefa de atualizar a decoração coube aos arquitetos. “Beatriz e eu fizemos desse projeto um experimento para criar”, afirma. Em busca de afinidade visual com a paisagem, a dupla apostou em peças de materiais naturais e com texturas atraentes.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.