Contêineres são transformados em residência estudantil flutuante

A estrutura, feita com nove contêineres reutilizados, contém 15 espaços e oferece uma morada sustentável e mais em conta para os jovens estudantes

00-BIG-transforma-conteineres-em-residência-estudantil-flutuante

 (/)

Para solucionar a demanda cada vez maior para casas estudantis especialmente em Copenhague, na Dinamarca, o designer Bjarke Ingels, do estúdio BIG, criou uma estrutura flutuante, sustentável e móvel.

01-BIG-transforma-conteineres-em-residência-estudantil-flutuante

 (/)

O Urban Rigger é construído com nove contêineres de carga reutilizados e totaliza 680 metros quadrados. Arranjados em um formato circular, os contêineres incluem 15 espaços ao redor de um pátio com jardim.

02-BIG-transforma-conteineres-em-residência-estudantil-flutuante

 (/)

Ali também podem ser encontrados plataforma de banho, área para churrasco e espaço comunal no telhado. No andar debaixo, abaixo do nível do mar, um porão oferece uma área de armazenagem, uma sala técnica e uma lavanderia.

03-BIG-transforma-conteineres-em-residência-estudantil-flutuante

 (/)

Sustentável, a estrutura conta com energia solar (há painéis solares no topo de um dos contêineres) e bombas de baixa energia.

04-BIG-transforma-conteineres-em-residência-estudantil-flutuante

 (/)

“A casa também é flutuante, como um barco, então ela pode ser replicada em outras cidades portuárias onde casas de preço mais acessível são necessárias, mas o espaço é limitado”, o estúdio explicou ao Design Boom, que publicou o projeto.

05-BIG-transforma-conteineres-em-residência-estudantil-flutuante

 (/)

Com preço mais em conta para os jovens estudantes, o Urban Rigger fica em um porto subutilizado e, como possui as dimensões de contêineres convencionais, pode ser transportado com facilidade.

06-BIG-transforma-conteineres-em-residência-estudantil-flutuante

 (/)

07-BIG-transforma-conteineres-em-residência-estudantil-flutuante

 (/)

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.