Espaços reorganizados neste apartamento de 500 m²

O arquiteto Marco Bertoldi foi chamado para reformar e decorar esta morada e apostou no branco e preto para destacar as peças de design.

O skyline da cidade e até o verde da serra do Mar podem ser avistados deste apartamento, localizado no 17º andar. Se a paisagem externa surpreende, o cenário interno igualmente enche os olhos. Coube ao arquiteto Marcos Bertoldi reorganizar os espaços do imóvel de 500 m2 e decorá-los. “Já tinha sido feita uma reforma que não atendeu totalmente às expectativas dos clientes, por isso fui chamado”, explica Marcos. Sem poder promover um grande quebra-quebra, pois a família já estava morando no apartamento, Marcos investiu em marcenaria, iluminação e, sobretudo, em móveis de peso.

Afinado com os desejos dos moradores, um casal e dois filhos adolescentes, o arquiteto planejou ambientes limpos, próprios para fazer sobressair o mobiliário moderno, de linhas discretas e sofisticadas, além de acessórios comprados em viagens da família. “O objetivo era obter uma arquitetura capaz de absorver muitas obras de arte e design”, conta o arquiteto. Por isso, todos os cômodos – da sala de jantar à cozinha e aos quartos – contam com peças de Le Corbusier, Mies van der Rohe, Piero Lissoni, Philippe Starck, Gaetano Pesce, Jacqueline Terpins e outros nomes que figuram no panteão do design.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.