O guia definitivo para fechar a varanda do apartamento com vidro

Protegido com vidro, o terraço se transforma em um dos ambientes mais aconchegantes do apartamento. Confira diferentes formas de isola-lo para trazer conforto

varanda-fechada-com-vidro-julia-ribeiro

 (/)

Sempre que pensamos nas diferentes formas do morar, a palavra aconchego vem à mente: é ela que rege como definimos os ambientes e a decoração, do minimalismo escandinavo até a casa supermoderna. Lógico que ele não pode ser esquecido no momento de planejar a varanda de um apartamento.

Certeiro, o envidraçamento dos terraços garante dois pontos essenciais para uma atmosfera de conforto: a barreira criada pelo vidro isola a casa do barulho externo e também protege o espaço das intempéries, como o vento. Afinal, uma brisa no primeiro andar é quase um furacão no décimo terceiro!

varanda-piso-colorido-vidro-marina-acayaba-ina-arquitetura

 (/)

Com toda essa importância, é claro que surgem dúvidas a respeito do fechamento das varandas. Será que todas podem ser fechadas? Como fazê-lo de maneira segura? E a ventilação do espaço, como fica?

Legalidade em primeiro lugar

varanda-envidracada-tribo-incorporadora

 (/)

Consultamos Brunello Jr. diretor da incorporadora paulista Tribo para saber o que se pode ou não fazer. Antes de tudo, o morador deve observar as normas internas do condomínio: “o serviço deve ter sido aprovado pela construtora e o projetista estrutural do empreendimento, visto que a aplicação [do vidro] gera um aumento de carga pontual na varanda”.

A carga pontual corresponde ao esforço aplicado na área do piso, gerando tensão – uma força que influencia na resistência da estrutura do lugar em que você mora. Ou seja: nada de sair escolhendo vidro antes de consultar cada detalhe com seu arquiteto e no regulamento predial, que possui peso de lei e cujo descumprimento pode resultar em multas para o condômino.

varanda-fechada-com-vidro-viviane-loyola

 (/)

É esse regulamento que define, também, as cores do vidro e dos perfis de alumínio, de maneira a manter a identidade visual do prédio.  As normas vêm para o bem: cores diferentes e falta de unidade desvalorizam o imóvel e configuram alteração de fachada, também punível por lei. 

E sim, envidraçar é responsabilidade do morador. “Os apartamentos não são entregues com varandas fechadas muito em função da legislação que iria considerar a varanda como uma área construída no ato de aprovação dos projetos legais”, explica Brunello Jr., “o que mudaria a forma de cálculo para enquadramento dos projetos tornando-os muitas vezes inviável”.

Cuidado: o fechamento fora do regulamento do condomínio e sem autorização da prefeitura pode ser considerado acréscimo de área, resultando em penalização até a regularização do projeto e do IPTU.

Atenção ao tipo de vidro

varanda-envidracada-gourmet-de-luciana-olesko-e-maria-fernanda-lorusso

 (/)

Resolvidas as questões legais, é hora da parte prática! Não é qualquer vidro que pode revestir e proteger sua varanda. Os recomendados, de acordo com Brunello Jr., são o laminado ou o temperado. Para saber qual usar, o arquiteto deve conferir os estudos da região e da pressão do vento onde o material será aplicado.

As diferenças entre os dois? O temperado é cinco vezes mais resistente que o vidro comum, resultado da exposição ao choque térmico durante sua fabricação. Já o laminado é como um sanduíche de duas ou mais placas de vidro, com uma película de segurança (PVB, EVA ou resina) no miolo.

varanda-vidro-com-cortina-Arquiteta Cris Paola

 (/)

É fundamental abrir as varandas todos os dias, para ventilação do espaço. Existem vários sistemas de abre e fecha diferentes para o vidro:

03-varanda-de-apartamento-com-vidro

 (Reprodução/Elle Decor)

1. O sistema europeu permite a abertura total do vão, adaptando-se a todos os formatos de varanda — inclusive as curvas! As folhas de vidro são alinhadas em um único trilho por um pivô central. Devido aos espaços entre as folhas, a vedação contra a água não é tão eficiente.

2. Já o sistema Stanley, os vidros são colocados de acordo com o tamanho do vão. A partir disso, acrescentam-se trilhos por onde as lâminas de vidro podem correr. Assim, a abertura fica quase completa: todas as folhas se escondem atrás de um painel fixo. A distribuição versátil controla o vento de forma eficaz.

3. Quase uma grande janela, o sistema Versatik possui duas laterais fixas e lâminas centrais móveis que correm por um único trilho. Entre os três sistemas, o Versatik é o que tem menor abertura do vão. Com menos possibilidade de ventilação, ele protege bem da chuva: se seu medo é água, este é para você.

apartamento-varanda-vidro-figoli-ravecca

 (/)

Decidiu apostar nas varandas envidraçadas? Inspire-se com essas galerias de ambientes incríveis. Quem sabe você também não encontra um arquiteto dos sonhos para tocar o projeto?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s