O brilho extra das peças de Bruta, por Ana Neute

A nova coleção da designer nasceu de uma imersão no povoado de Mumbuca, em Tocantins. Veja abaixo o que ela nos contou

A nova coleção da designer nasceu de uma imersão no povoado de Mumbuca, em Tocantins

 (Divulgação/Revista CASA CLAUDIA)

De que forma surgiu a ideia de usar o capim-dourado?

Sempre gostei do material, que cresce no Parque Estadual do Jalapão numa época e região específicas. Só nasce lá e tem um brilho muito especial. Além disso, eu já tinha vontade de usar matérias-primas brasileiras e valorizar o nosso artesanato. A possibilidade de aliar o feito a mão com o aspecto industrial, trazido pelo cobre, tornou a proposta ainda mais interessante.

A nova coleção da designer nasceu de uma imersão no povoado de Mumbuca, em Tocantins

 (Divulgação/Revista CASA CLAUDIA)

Como a viagem impactou você?

Descobri que o povoado de Mumbuca, formado há 300 anos por índios e escravos fugidos da Bahia, é um lugar de resistência. Distante seis horas da cidade mais próxima, ele reúne uma natureza maravilhosa e uma precariedade assustadora. Mas existe uma força e ela vem das mulheres, totalmente envolvidas na colheita e na criação de peças de capim-dourado.

A nova coleção da designer nasceu de uma imersão no povoado de Mumbuca, em Tocantins

 (Divulgação/Revista CASA CLAUDIA)

O desenho das luminárias veio naturalmente?

Ele é resultado de um trabalho colaborativo entre muitas mulheres. Demos uma nova interpretação à bolinha de vidro, presente em outras coleções, que agora aparece combinada aos círculos de capim-dourado. É o sol do Jalapão. Para o material se destacar e refletir delicadamente a luz, o latão fosco da estrutura aparece apenas como um complemento.

A nova coleção da designer nasceu de uma imersão no povoado de Mumbuca, em Tocantins

 (Divulgação/Revista CASA CLAUDIA)

Nas fotos, arandela (20, 28 e 35 cm de diâmetro), luminária de mesa (20 x 55 cm), com base de cobre e globo de vidro opalino, e modelo de parede (30 x 77 cm). A linha tem curadoria de Mariana Amaral para a Itens. Preços sob consulta.

Siga CASA CLAUDIA no Instagram

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s