Suíte luxuosa com tons de verde no Palácio Tangará

Na zona Sul de São Paulo, o hotel une o estilo neoclássico ao clima brasileiro

O tom verde-bandeira está no papel de parede (Print’s) e na cabeceira de couro (La Novitá). Sobre o criado-mudo (Vermeil), luminária da Simone Figueirdo Luz. Enxoval da Trussardi.

O tom verde-bandeira está no papel de parede (Print’s) e na cabeceira de couro (La Novitá). Sobre o criado-mudo (Vermeil), luminária da Simone Figueirdo Luz. Enxoval da Trussardi. (Renato Navarro/Revista CASA CLAUDIA)

Recém-inaugurado, o hotel, erguido ao lado do Parque Burle Marx, é supercontemporâneo, mas sem romper com o padrão neoclássico da rede europeia Oetker Collection, que o administra.

Boiseries (Gart) remetem ao estilo clássico sem perder a levada atual. Tapete da Punto e Filo e poltronas da loja Ana Luiza Wawelberg.

Boiseries (Gart) remetem ao estilo clássico sem perder a levada atual. Tapete da Punto e Filo e poltronas da loja Ana Luiza Wawelberg. (Renato Navarro/Revista CASA CLAUDIA)

“As cores e as estampas dão o clima brasileiro”, diz o arquiteto William Simonato, autor do projeto dos quartos com o designer de interiores Luiz Ricardo Bick (o escritório Anastassiadis Arquitetos assina áreas como o lobby e o bar).

A varanda, com 250 metros quadrados, tem móveis da Pátio Brasil. Paisagismo de Sérgio Santana.

A varanda, com 250 metros quadrados, tem móveis da Pátio Brasil. Paisagismo de Sérgio Santana. (Renato Navarro/Revista CASA CLAUDIA)

Para uma experiência na Grand Suíte São Paulo, de 528 metros quadrados (com a varanda), a diária pode chegar a 38 245 reais.

O lustre (Antiquário Luiz Machado Mello) destaca a mesa inglesa de carvalho do século 19. Cadeiras da Vermeil com tecidos da Donatelli. Fotografa de Rômulo Fialdini.

O lustre (Antiquário Luiz Machado Mello) destaca a mesa inglesa de carvalho do século 19. Cadeiras da Vermeil com tecidos da Donatelli. Fotografa de Rômulo Fialdini. (Renato Navarro/Revista CASA CLAUDIA)

O mármore branco piguês cobre o piso e parte das paredes da sala de banho. Banheira da Duravit e metais da Hansgrohe. Fotos de Dani Tranchesi.

O mármore branco piguês cobre o piso e parte das paredes da sala de banho. Banheira da Duravit e metais da Hansgrohe. Fotos de Dani Tranchesi. (Renato Navarro/Revista CASA CLAUDIA)

 

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s