18 peças para apostar no décor dourado

Brilho glam: com visual poderoso, o estilo se apropria da luminosidade do dourado para dar vida a ambientes charmosos

*** Local Caption *** Salón / sofá chester de piel / cojines / banqueta de hierro tapizada en lino / mesa de latón con acabado en oro / mesas gemelas / auxiliar tapizada en piel / auxiliares / espejo vertical XXL / espejos / lámpara de sobremesa / lámparas / butaca francesa años 80 / taburete de cinc y latón troquelado / escultura de pared / candeleros art déco / alfombra / interiorista Estefanía Carrero NUEVO ESTILO 452 01/11/2015 P96 P97 NUEVO ESTILO 456 01/03/2016 P138 No apartamento Madrilenho reformado pela arquiteta Estefania Carrero, a escultura de parede de Curtis Jeré, da década de 1970, deu origem ao décor. O dourado da peça se replica nas mesinhas e nos espelhos, assinados pela profissional.

No apartamento Madrilenho reformado pela arquiteta Estefania Carrero, a escultura de parede de Curtis Jeré, da década de 1970, deu origem ao décor. O dourado da peça se replica nas mesinhas e nos espelhos, assinados pela profissional. (Pablo Sarabia/Nuevo Estilo/Revista CASA CLAUDIA)

De verve exuberante, o glam décor é desinibido e brinca com uma contradição: ao mesmo tempo que exalta o brilho e o glamour, busca a elegância e, por isso, descarta os excessos. “Esse visual nos conduz para um movimento mais opulento, mas sem afetação. O segredo, acredito, está na pitada girly”, explica a arquiteta norte-americana Sasha Bikoff. O toque feminino vem do design orgânico do mobiliário e da paleta com tons doces e clarinhos – essencial para suavizar o dourado em altas doses. “É uma das razões para o sucesso da composição: superfícies reluzentes sobre bases discretas”, ensina a arquiteta espanhola Patricia Bustos, do Blossom Studio. Não à toa, os tecidos que mais entram em cena são o veludo e a seda, coordenados com materiais nobres, como o mármore e a madeira, a exemplo das ambientações luxuosas do período art déco. O estilo está no topo das tendências para 2017, e Patricia é enfática: “Estamos vivendo uma era feminina e tudo o que se relaciona a ela estará em voga”. Sim, é tempo de entrar nesse clima.

ED-CASACLAUDIA-664-34-[11345334_3].pdf

 (Divulgação/)

Na sala da decoradora norte-americana Sasha Bikoff, destaca-se o brilho da poltrona criada por Steve Leonard para a Brayton. A mesa lateral é de prata com banho de ouro. Tudo à venda na loja com o mesmo nome da profissional.

colagem1

 (/)

Da esquerda para a direita:

Fitas maleáveis de bronze cobrem a estrutura de vidro e alumínio do vaso Hirsutio (42 cm de altura), de Gilles Miller. Por 860 dólares na Fumi Gallery;

Criação da designer Lindsey Adelman para a Roll & Hill, o pendente Agnes Swarm (1,93 x 1,24 x 2,62 m*) é feito de latão. A partir de 48 mil dólares; e

Mescla cerâmica e latão o vaso Base (30 x 17,5 cm**), de Aldo Cibic. Vale 214 euros na Paola C.

ED-CASACLAUDIA-664-35-[11345334_4].pdf

 (/)

Bandeja Pérolas (31 cm de diâmetro). Da Tulipa Baby, a peça de alumínio custa 368 reais.

colagem2

Da esquerda para a direita:

Na mesa lateral TS (40 x 51 cm**), a estrutura é de latão. Do estúdio Gam Fratesi para a Gubi, custa a partir de 739 dólares;

Base de cerâmica e tampo de mármore nas mesinhas Bala Hi (30 x 45 cm**, 1 780 libras) e Bala Lo (48 x 37 cm**, 1 070 libras), da Sé Collections; e

Desenvolvido pelo estúdio milanês Crtlzak para a Bosa, o sino Unlock (7 x 14 cm**) é de cerâmica. Por 60 euros.

ED-CASACLAUDIA-664-36-[11345334_5].pdf

 (Montse Garriga/@patricia_bustos/Revista CASA CLAUDIA)

Sobre a mesa de jantar projetada pela arquiteta Patricia Bustos, brilha o lustre de latão (L.A. studio) datado do século passado. As cadeiras dos anos 1950 são da Slou.

colagem4

 (/)

Da esquerda para a direita:

A  luminária de chão Palm Tree (1,50 x 2 m**) tem base de latão e cúpula feita de plumas. Na 1stdibs, vale 4 177 dólares;

Da Sé Collections, o espelho Pride (80 cm de diâmetro) é obra da designer Nika Zupanc. Por 1,9 mil libras; e

A poltrona Charade Sliper (79 x 70 x 79 cm*), de Jonathan Adler, une estofado de linho e pés de latão. Custa 2,5 mil dólares. 5.

ED-CASACLAUDIA-664-37-[11345334_6].pdf

 (/)

As mesinhas Hex, assinadas pelo designer africano Haldane Martin, aparecem em versões de centro (58 x 67 x 43,5 cm*, 52,5 x 60 x 37,5 cm* e 46,5 x 53 x 31,5 cm*) e lateral (41 x 46,5 x 61,5 cm*, 35 x 39,5 x 55, 5 cm* e 29 x 33 x 49,5 cm*).

colagem5

 (/)

Da esquerda para a direita:

A luminária Game On (40 x 60 cm**) exibe o traço irreverente do espanhol Jaime Hayon. O item leva mármore, cerâmica e vidro opalino em sua estrutura. Na Galerie Kreo, custa 13,5 mil euros; e

O famoso House Bird (27,6 x 20,7 x 27,8 cm*), da suíça Vitra, ganhou versão dourada. Por 7 655 reais na Micasa.

Leia também: 12 produtos com cobre-rosê para deixar a casa na moda

banner_goto

 (/)

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.