Aposte nos lustres

Entenda como funciona a restauração de uma peça antiga, quais são os cuidados de manutenção para qualquer lustre e o que levar em conta antes de escolher um

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

 

Restauro quase sem limites

O trabalho de recuperação de um lustre antigo permite quase tudo quando é executado por profissionais tarimbados. Uma peça grande, por exemplo, pode ter o tamanho reduzido para se harmonizar com o local em que será instalada. “É possível encurtar a altura ou diminuir o número de braços”, afirma Jair Brito dos Santos, da Lustres Antigos. Para atestar a antigüidade, as partes metálicas que escurecem com o tempo recebem verniz protetor para manter a oxidação natural. “É importante preservar o aspecto original”, alerta Aparecido Flavio, da Oficina dos Lustres. A recuperação inclui troca de cúpulas, polimento de peças de cristal lascadas, substituição das quebradas e reposição das faltantes – muitas encontradas no estoque dos profissionais. “Nunca faço polimento total porque pequenos riscos no cristal preservam a história da peça”, explica Roberto Bobadilha, da Restaura Lustre. “Outros itens fundamentais são a troca dos fios, que ressecam e quebram com o tempo, e dos ganchos das peças móveis, que enferrujam ou perdem a cor”, diz Mavi Martiniano, da Luz 3.

Na Casa Cor São Paulo, a arquiteta Ângela asca usou um lustre importado pel...

 (/)

 

Dicas iluminadas

Não raro as pessoas herdam lustres antigos de familiares ou compram as peças em antiquários ou lojas e feiras de móveis antigos e/ou usados. Faça um orçamento para ver se o custo da aquisição mais o do restauro compensam. Tire fotos do lustre e leve a lojas especializadas para avaliar os gastos. O barato sai caro. Peça um orçamento detalhado do restauro e preste atenção no preço da fiação, já que uma boa parte elétrica é imprescindível. Desconfie dos fios baratos, que são mais finos, esquentam e derretem mais facilmente e podem causar um curto-circuito.

 

Não basta ser bonito, tem que cuidar

A limpeza e a manutenção são fundamentais para a conservação e o bom funcionamento de um lustre. A recomendação é que pelo menos a cada um ano e meio a peça passe por revisão geral e limpeza profunda. Não é exagero, já que os lustres têm componentes de cristal ou cúpulas de tecido, braços e detalhes que nem sempre são fáceis de limpar em casa. A checagem minuciosa inclui verificar todas as argolas dos cristais, de cada cúpula, braços, estrutura e parte elétrica. No dia-a-dia, a limpeza evita o acúmulo de poeira. Oriente a funcionária a nunca girar o lustre e explique que é ela quem deve ir mudando de lugar para limpá-lo. “Se o lustre for movimentado, o parafuso que o prende ao teto vai desatarraxando e um dia a peça despenca”, diz Paulo de Oliveira, da Oliveira Lustres. A retirada do pó é feita com espanador ou pano branco bem limpos. Depois passa-se um pano levemente umedecido nas peças de vidro e metal e em seguida o pano seco. “Nas cúpulas, use apenas pano seco porque a água mancha o tecido e o papel-pergaminho”, afirma Francesco Brancolini, da Dario Cúpulas. Um alerta feito pelos profissionais: nunca use caol ou produtos para a limpeza de cobre, bronze e prata, pois eles tiram o verniz protetor e oxidam o metal rapidamente

Cristais Swarovski transparentes e pretos dão vida a este lustre, que mede 8...

 (/)

 

 

O que levar em conta antes de comprar

A tentação de ter um belo lustre é grande. “Hoje, além da sala de jantar, ele está presente no estar e n os quartos”, af irma a ar quiteta Ângela Tasca. O segredo está na proporção entre a peça, os móveis e o ambiente. Um espaço com pé-direito alto, de mais de 3,50 m, permite usar um modelo com 1 m de diâmetro. “Na sala de jantar, a mesa redonda deve ter entre 1,60 e 1,70 m de diâmetro e a quadrada 2,20 x 2,20 m”, diz a arquiteta Myrna Porcaro. Já nos ambientes com pé-direito-padrão, de 2,70 m, o ideal é um lustre entre 60 e 70 cm de diâmetro sobre uma mesa de 1,50 m de diâmetro. Mesas retangulares vão bem com lustres do mesmo formato”, afirma Myrna. É importante harmonizar o estilo do lustre com os móveis. “Uma peça rebuscada deve estar cercada de móveis e objetos neutros. É como usar um vestido preto com uma bela jóia”, diz a arquiteta Fernanda Marques. Uma peça vintage ou contemporânea combina com móveis mais atuais. Também vale ousar e i nstalar o lustre no canto da sala, cuidando para não ofuscá-lo por obras de arte ou objetos chamativos.

A arquiteta mineira Myrna Porcaro usou esta peça, criada pela designer Rita ...

 (/)

 

Onde comprar

Confira as dicas de lojas fornecidas pelas profissionais entrevistadas nesta página.

Antiquário Ivy – R. Itapirapuã, 35, tel. (11) 3063-2092

Began Antiguidades – R. da Consolação, 2250, tel. 3257-0200

Dominici – Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1768, tel. (11) 3087-7788

Entreposto – Av. Cidade Jardim, 187, tel. (11) 3061-9797

Lumini – Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1441, tel. (11) 3898-0222

Passado Composto – R. da Consolação, 3198, tel. (11) 3064-0805

Puntoluce – R. Joaquim Antunes, tel. (11) 3064-6977

 

Quem restaura, mantém e vende

Dario Cúpulas – Av. Jandira, 442, tel. (11) 5055-6153

Lustres Antigos – R. Dr. Melo Alves, 37, tel. (11) 3082-8613

Luz 3 – R. Mourato Coelho, 512, tel. (11) 3814-2147

Oficina dos Lustres – R. Venâncio Aires, 395, tel. (11) 3875-4361

Oliveira Lustres – R. João Morzilho, 24, tel. (11) 5979-6494

Restaura Lustres – R. Pereira Lago, 50, tel. (11) 3537-3132

Essa matéria foi publicada na edição do mês de Agosto da Revista Casa Claudia

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Sam Lustre Cristal Cunha

    Acho que o mais importante e depois da restauração fazer uma manutenção por um profissional uma vez ao ano, isso garante maior durabilidade da peça .

    Curtir