Arte na Casa Cor 2014

Fotos, telas e gravuras mexem com sentimentos e interferem na percepção dos ambientes. Arquitetos e designers sabem disso e buscam os artistas certos para provocar as sensações desejadas

 (/)

Impossível ficar indiferente à garotinha de olhar provocador no Loft 212, de Paloma Yamagata e Bruno Rangel, na Casa Cor Rio. “Queríamos uma cena instigante, que causasse certo desconforto”, diz Paloma. Esta fotografa é um exemplo de como a obra de arte pode modificar a maneira como percebemos o espaço. Graças à imagem, a sala da dupla carioca não sai da mente. Tornar marcante um ambiente, porém, é só uma das funções da arte. Em arranjos criativos ou isolados, pintura, desenho, gravura e fotografa não só arrematam a decoração como também reforçam sensações agradáveis: alegria, afeto, bem-estar e requinte.

 (/)

 (/)

 (/)

 (/)

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s