Artesanato: os santos de Nilson de Tracunhaém

As delicadas imagens de santos esculpidas pelo pernambucano Nilson de Tracunhaém.

Para fazer suas imagens de traços sublimes, Nilson Tavares, conhecido como Nilson de Tracunhaém, lança mão de garfos, arames, tocos e até grampos de cabelo. Durante 20 anos, ele trabalhou com o mestre Zezinho, santeiro famoso da cidade pernambucana, reconhecida como um polo da cerâmica artesanal do país. Ao dominar a técnica, virou autônomo e encontrou o próprio estilo. “Sou devoto de Nossa Senhora da Conceição. Rezo, e ela sempre me auxilia. Por isso, comecei fazendo a figura da santa”, conta o artesão, que esculpe há quase 40 anos. O requinte das obras chamou a atenção do colecionador Abelardo Rodrigues (1908-1971), conterrâneo que o ajudou a ganhar fama. “Tem escultura minha até no Vaticano”, conta, cheio de orgulho. O presenteado foi João Paulo II – em 1983, o papa recebeu do então governador de Pernambuco, Marco Maciel, um dos expressivos trabalhos de Nilson.

01-artesanato-os-santos-de-nilson-de-tracunhaem 02-artesanato-os-santos-de-nilson-de-tracunhaem 03-artesanato-os-santos-de-nilson-de-tracunhaem

Encomendas:nielsontavares@gmail.com.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s