Como a madeira virou protagonista do trabalho de Gustavo Bittencourt

As ricas possibilidades da madeira encantam o designer Gustavo Bittencourt, que a elegeu como o material protagonista de seu trabalho

03-como-a-madeira-virou-protagonista-do-trabalho-de-gustavo-bittencourt

 (/)

A casa da infância do carioca Gustavo Bittencourt tinha sofá de Janete Costa (1932-2008) e poltrona de Sergio Rodrigues (1927-2014). Tudo escolhido pela mãe, a arquiteta Cristina Bittencourt. “Eu adorava esboçar carros e móveis, e ela me dava livros de desenho industrial”, diz. Depois de trabalhar com os designers Zanini de Zanine e Rodrigo Calixto, Gustavo montou seu ateliê em Petrópolis, RJ. Dali saem móveis de madeira, além de modelos feitos de materiais como aço e policarbonato, que ele mesmo comercializa.

01-como-a-madeira-virou-protagonista-do-trabalho-de-gustavo-bittencourt

 (/)

02-como-a-madeira-virou-protagonista-do-trabalho-de-gustavo-bittencourt

 (/)

04-como-a-madeira-virou-protagonista-do-trabalho-de-gustavo-bittencourt

 (/)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s